Existem muitos animais vivendo nas ruas e, com a queda das temperaturas com a aproximação do inverno, eles passam frio e sofrem mais ainda. Pensando nisso e buscando ajudar estes animais, alunos do grêmio estudantil da Escola Estadual Professora Judith Sant’Ana Diegues, na Ilha Comprida (SP), resolveram confeccionar casinhas feitas de garrafas PET para ajudar os animais abandonados ou de estimação dos moradores de rua.

 

A ideia é ótima porque reutiliza um lixo em abundância (as garrafas-PET) e ainda ajuda muitos animais de rua. E para quem quiser aderir à essa ideia, os estudantes compartilharam na internet o passo-a-passo da confecção das casinhas, para que mais e mais pessoas saibam fazer e possam ajudar os animais de rua!

 

CONFIRA AS INSTRUÇÕES DE COMO FAZER ESSA CASINHA, BEM COMO A LISTA DOS MATERIAIS UTILIZADOS

 

MATERIAIS UTILIZADOS

1- São necessários 78 garrafas PET. São feitos 13 tubos que levam seis garrafas cada.

2- Quatro tubos de tinta branca e um tubo de tinta preta;

3- Metade de um palete de madeira;

4- Dois tubos de cola náutica, própria para veículos de navegação do tipo Jowapur 685.04 ou Kleiberit Pur Adhesive 501;

5- Dez folhas de lixa para ferro;

6- Uma bomba de ar para encher bolas;

7- Bexiga bem grossa ou luva de borracha (usamos o dedo médio da luva que achamos mais resistente e cortamos as duas extremidades)

8- Um pedaço de madeirite ou outro tipo de madeira fina para fazer o assoalho e a parede de fundo da casinha;

9- Estilete;

10- Tesoura;

11- Barbante;

12- Par de luvas de borracha para as fases de colagem e pintura;

13- Espuma expansiva da cascola.

 

PASSO-A-PASSO

1- Lavar e secar por fora todas as garrafas PET. Em seguida, colocá-las de cabeça para baixo para que o restante da água escorra.

2- Com a bomba de ar e o dedo médio da luva (podendo ser uma bexiga) encaixado no bico da bomba, acoplar à outra extremidade na tampinha que deverá estar atarrachada em meia volta no bocal da garrafa. Encher a garrafa até que o ar endureça as paredes da garrafa, terminando de atarrachar a tampinha para manter a garrafa endurecida para a fase seguinte. Só retire da bomba quando a garrafa estiver totalmente tampada.

3- Quando todas as garrafas estiverem totalmente cheias de ar, lixar a parte central do corpo da garrafa para que na fase de colagem haja maior aderência da cola na superfície da garrafa.

4- Recorte o gargalo e o fundo de duas garrafas para formar um tubo conector. Você vai precisar de duas conexões para juntar as três garrafas restantes e mais o fundo de uma garrafa para finalizar o tubo.

5- Em seguida, para obter o formato de “iglu”, utilizar um molde de papelão com a abertura desejada para o tamanho do palete.

6- A partir da angulação traçada, fixar o molde no palete e colocar em suas extremidades, por sobre a lateral do palete, dois tubos para iniciar a modelagem. Esse processo inicial demanda de 15 a 20 minutos para que os dois primeiros tubos colem na madeira do palete.

7- Os demais tubos devem ser colados uns nos outros, após serem amarrados com barbante, fileira por fileira de tubo, acompanhando a angulação traçada e dando o formato de iglu. Esse processo é bem rápido, mas deve-se deixar a cola fixar bem para em seguida começar a próxima fase de lixar os excessos de cola.

8- Para o fechamento da parede de fundo, é indicado trabalhar em  4 linhas para dar a altura da angulação traçada:

-Na 1ª linha foram usadas mais duas garrafas que foram cortadas para se encaixarem uma na outra, mantendo o tamanho necessário para o fechamento da parte de trás.

– Na 2ª e 3ª linhas deve proceder o mesmo modo, só que fazendo ajustes nos cortes das garrafas conforme a angulação traçada;

– Na 4ª linha e o fechamento da 3ª linha, para ajustar os cantos do iglu, utilizar uma média de quatro garrafinhas de 500ml de água.

– Para o fechamento final das frestas que ficam, utilizar espuma expansiva da cascola, que deve ser lixada após secagem para dar acabamento para pintura.

9- Quando os tubos estiverem bem colados e secos, inicia-se o processo de lixar todo o excesso para em seguida começar a pintura que deve ser de duas a três demãos com intervalo de secagem entre as demãos.

10- Quando a tinta estiver bem seca, a critério, pode-se iniciar o processo de embelezamento da casinha. Para decorar, optamos por pintar em estêncil, com formato de patinhas de cachorro: no teto exterior, na parede de fundo interna e no do chão da casinha com cores contrastantes para ficar bem charmoso.

Leia também no JC Online

Compartilhe

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Não Permitido Cópia