Avô obriga neta deficiente a beber pinga e acaba preso na região
Compartilhe

Um homem de 60 anos foi preso na noite de terça-feira (16/07) em Santa Cruz do Rio Pardo, após induzir sua neta de 10 anos a consumir bebida alcoólica. A menina é portadora de necessidade especial e estaria participando de um jogo com o idoso, no qual quem perdia tinha de tomar uma porção de pinga.

 

V. C. G., de 60 anos, teria fornecido a cachaça à menina portadora de deficiência mental na Praça Deputado Leônidas Camarinha. Porém, ele só foi abordado pela avenida Ângelo Carnavale, próximo ao nº 80. De acordo com a Polícia Militar, o homem foi questionado se realmente ele estaria obrigando a própria neta a beber pinga e os policiais obtiveram a confirmação.

 

Ainda segundo os policiais, a menina foi encaminhada a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde um médico confirmou o consumo de álcool. Ainda segundo informações, avô e neta estaria jogando e quem perdesse o jogo teria que tomar a pinga. Com ele, foram apreendidos dois “corotes” que foram consumidos junto com a criança.

 

Diante do flagrante, o avô foi conduzido a CPJ de Ourinhos para o registro do flagrante. Ele foi autuado com base no Estatuto da Criança e do Adolescente, que proíbe vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar, ainda que gratuitamente, de qualquer forma, a criança ou a adolescente, bebida alcoólica ou, sem justa causa, outros produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica. Pela lei, a pena pode chegar a quatro anos de prisão.

Fonte: Passando a Régua

Compartilhe

Deixe uma resposta