Bebê de grávida que morreu de dengue recebe alta e deixa hospital: ‘Milagre da Páscoa’, diz pai
Bebê de grávida que morreu de dengue em Ilhabela recebe alta. — Foto: Arquivo pessoal
Compartilhe

Théo estava internado há duas semanas em hospital de Jacareí (SP), desde a morte da mãe. Médicos tiveram que fazer um parto de emergência. Ele recebeu alta nesta sexta-feira (10) e foi para casa em Ilhabela com o pai.

Um ‘milagre de Páscoa’. Foi assim que Francisco Silva definiu o momento em que descobriu que seu filho receberia alta do hospital nesta sexta-feira (10). Théo, que tem apenas duas semanas de vida, nasceu durante um parto de emergência após a mãe grávida morrer de dengue em Ilhabela. Ele ficou internado Jacareí (SP) e seguiu para a casa com o pai em Ilhabela, no litoral norte de São Paulo.

“O Théo foi muito bem cuidado pelos médicos e enfermeiros, recebi bastante apoio do pessoal do hospital e agora que ele está bem recebeu alta para ir pra casa. É um momento de muita alegria, porque ele foi planejado e era muito desejado por mim e pela minha esposa. Só precisei me preocupar com a recuperação do Théo, porque ela já tinha deixado tudo pronto pra ele”, contou o pai, emocionado.

Essas duas semanas que o bebê ficou internado foram muito difíceis para Francisco. Ele viveu o luto de perder a companheira que esteve ao seu lado durante 18 anos, teve que conciliar os cuidados com o filho mais velho e ainda cuidar do caçula, que acabou de nascer e precisava de cuidados especiais na maternidade.

“Foi muito corrido e muito difícil esse período. Eu me desdobrei pra cuidar de tudo, orei e pedi a Deus para que ele tivesse alta e ficasse bem. Apesar da tragédia e tudo que aconteceu com nossa família, é bom ter ele pertinho de mim e do irmão em casa”, disse Francisco.

Bebê de grávida que morreu de dengue em Ilhabela recebe alta. — Foto: Divulgação/Hospital São Francisco

Bebê de grávida que morreu de dengue em Ilhabela recebe alta. — Foto: Divulgação/Hospital São Francisco

O pai conta que Alan, de sete anos, conheceu o irmão há poucas horas, mas que já foi tempo suficiente para que eles criassem uma conexão e o caçula já está sendo bem cuidado pelo irmão mais velho.

“Ele ficou todo feliz em conhecer o irmão, já pegou no colo, ajudou a dar mamadeira. Com certeza ele vai me ajudar a cuidar e proteger o Théo”, contou.

A alta de Théo, em plena Sexta-feira Santa e às véspera da Páscoa, vai ser um recomeço para toda família.

“Nós vamos ficar mais alguns dias em Ilhabela, mas em breve vamos voltar para minha terra natal no Rio Grande do Norte. Lá os pais da minha esposa e os meus pais vão me ajudar a cuidar do Théo, vou procurar um novo emprego e trabalhar para dar o melhor aos meus filhos. Vamos recomeçar juntos. Eles são tudo que tenho e é por eles que eu continuo vivendo”, disse.

Mãe

A mãe de Théo tinha 34 anos e estava grávida de 38 semanas quando faleceu. Ela foi diagnosticada com dengue e estava internada no hospital Mário Covas em Ilhabela devido à doença, mas não resistiu e morreu no dia 24 de março.

Os médicos realizaram um parto de emergência, o bebê nasceu e já ficou entubado. Assim que o quadro de saúde se estabilizou ele foi transferido para o hospital São Francisco de Jacareí, onde recebeu cuidados até a alta médica.

FONTE: G1

Compartilhe