Compartilhe

Em reunião com o deputado federal Capitão Augusto, o prefeito de Campos Novos reiterou pedido de verba para construção de nova passagem pela vicinal Francisco Antunes Ribeiro

 

Em reunião em Ourinhos, na segunda-feira, com o deputado federal Capitão Augusto Rosa, reeleito ao cargo com expressiva votação no último pleito nacional, o prefeito da Estância Climática de Campos Novos Paulista, Júlio César do Carmo, o Bijuca, tratou de assuntos de interesse do município, especialmente da construção de uma nova ponte sobre o Rio Novo, na rodovia que liga a cidade a Ibirarema.

Bijuca apresentou o pleito como essencial para a melhoria das condições de trafego na principal via asfaltada de acesso à cidade, que faz ligação com a rodovia Raposo Tavares pelo trevo de Ibirarema, uma vez que a ponte existente é estreita e dá passagem a apenas um veículo por vez.

Conforme o prefeito argumentou junto ao deputado, a ponte existente atualmente sobre o Rio Novo, um dos principais afluentes do Rio Paranapanema, é muito antiga e estreita, construída ainda no tempo em que a estrada era em terra e servia mais à passagem de animais e de carroças. Entretanto, mesmo depois do asfaltamento da vicinal e do consequente aumento significativo do tráfego de veículos pesados, incluindo caminhões com reboque, o dispositivo foi mantido mesmo sem atender às necessidades do trânsito.

Outro argumento importante apresentado pelo prefeito foi o elevado número de acidentes na região da ponte, muitos com vítimas fatais. “São muitas vidas perdidas devido à falta de investimento no setor viário, principalmente na substituição desta ponte”, salientou.

Bijuca se disse otimista com a possibilidade de conseguir um convênio em nível federal para que a obra seja finalmente realizada e que a população atendida numa reivindicação muito antiga. Segundo ele, o deputado se mostrou bastante sensível à demanda e compreendeu a importância da obra para o município. “Além de estreita, com passagem para um veículo em baixa velocidade, a ponte fica numa região de baixada, com acessos em declive com curvas dos dois lados”, reforçou.

Compartilhe

Deixe uma resposta