Compartilhe

Estação elevatória foi alvo de ladrão na madrugada de quarta-feira; Saae substituiu equipamento e estima prejuízo em R$ 8 mil

Jornal da comarca polícia
Casa da bomba foi invadida

A criminalidade não poupa sequer os serviços públicos essenciais prestados à população de Palmital. Na madrugada de quarta-feira, uma estação elevatória de esgoto do Saae, que funciona ao lado do Horto Florestal Municipal, foi alvo de um ladrão que subtraiu uma bomba e deixou a unidade inoperante por algumas horas. Além de comprometer o trabalho de saneamento básico da cidade, a ação delituosa gerou prejuízo estimado em R$ 8 mil à autarquia da Prefeitura. O caso foi registrado na Polícia Civil para apuração da autoria.

O furto foi constatado na manhã de quarta-feira pelo plantonista do Saae que esteve na estação, localizada entre a área de mata e o antigo recinto da Fapip, onde existe o projeto de uma área de lazer municipal, para fazer a limpeza do gradeamento que retém objetos jogados na rede de esgoto. O funcionário municipal constatou que o alambrado foi cortado e casa de máquinas arrombada para a retirada de uma bomba de recalque com motor de 5HP, além do painel de energia.

O equipamento subtraído pesa mais de 40 quilos e foi levado pelo ladrão, que também fez uma escavação na área externa para o corte e a retirada da fiação de cobre que alimentava o equipamento. De acordo com o Saae, a estação recebe o esgoto das regiões do Afonso Negrão e do Jardim Paulista e faz o envio dos dejetos até a Lagoa de Tratamento de Esgoto, na Água Parada. A unidade foi recuperada às pressas com a instalação de equipamento sobressalente para evitar que o esgoto transbordasse e atingisse o lago ao lado do horto e o córrego da Água do Santo Antônio.

O diretor do Saae, José Pereira da Silva, esteve no local e estimou prejuízo de aproximadamente R$ 8 mil para consertar os estragos e repor o equipamento. Ele informou que, em março deste ano, também houve um furto no poço 2 de captação de água, na entrada do Horto Florestal, onde o ladrão destruiu completamente um painel com equipamentos para furtar fios de cobre e outros metais, gerando prejuízo superior a R$ 10 mil, necessitando também de adequações para melhorar a segurança e dificultar a ação de marginais.

FURTOS – Durante os festejos de Natal também foram registrados furtos em outros prédios públicos de Palmital. Da escola Maria Eulália Vieira Scalla foram levadas todas as torneiras dos bebedouros do pátio e o hidrômetro da quadra. Também houve invasão da área da piscina do complexo poliesportivo do São José. Um ladrão, que fugiu do local ao ser notado pelo vigia, abandonou uma mochila com três torneiras e objetos metálicos. Na semana passada, um homem foi preso em flagrante quando subtraía tubos metálicos da construção de uma escola na região central da cidade.

Compartilhe

Deixe uma resposta