Caminhoneiro fica refém de assaltantes e é libertado na Raposo Tavares em Palmital
Imagem Ilustrativa
Compartilhe

 

Um caminhoneiro de 32 anos ficou refém de assaltantes por várias horas e foi libertado em Palmital na madrugada de terça-feira (27/08) às margens da rodovia Raposo Tavares. A vítima, que reside em Rio Negro (PR), foi rendida quando estava em um posto de combustíveis em Ourinhos, na rodovia Transbrasiliana (BR-153). Ele acionou a Polícia Militar e foi apresentado na Delegacia da Polícia Civil para comunicar o crime, cuja autoria deverá ser apurada.

 

De acordo com a ocorrência, o motorista parou para descansar na segunda-feira (26/08) no posto Kenedy, no entroncamento da Transbrasiliana (BR-153) com a Raposo Tavares, em Ourinhos. No início da noite, ele foi rendido por dois assaltantes, um deles armados com um revólver calibre 38. Os criminosos passaram a circular com o caminhão Iveco, que tem placas de Nova Bassano (RS) e que pertence a uma transportadora gaúcha.

 

Logo depois de ser rendido, o motorista foi obrigado ficar com a cabeça abaixada e a deitar na cama da cabine. Por isto, não conseguiu ver as características físicas dos criminosos. Posteriormente, ainda durante a noite, a vítima foi transferida para um carro em que ficou refém de um terceiro assaltante, que circulou por várias horas para possibilitar que os comparsas fugissem com o caminhão carregado com uma carga de alumínio.

 

Depois de ficar como refém da quadrinha, o motorista foi libertado por volta das 3 horas na rodovia Raposo Tavares, nas proximidades da Tereos. O caminhoneiro acionou a Polícia Militar que o conduziu até a Delegacia de Palmital para registro da ocorrência. O caso deverá ser encaminhado para a Polícia Civil de Assis, que fará a apuração da autoria.

Compartilhe