Compartilhe

O motorista do caminhão, que invadiu a pista contrária e colidiu frontalmente com um ônibus da empresa Andorinha, resultando na morte do motorista do coletivo e nove passageiros feridos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar Rodoviária. O acidente ocorreu na noite de quarta-feira (04/05) no trecho da Raposo Tavares entre Ibirarema e Salto Grande, nas proximidades do antigo Posto Cometa, hoje São Lucas.

De acordo com exame realizado na Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Assis, o caminhoneiro de 23 anos de idade, residente em Tatuí, apresentava sinais de embriagues. Ele também não possui carteira de habilitação para conduzir o tipo de veículo que viajava.

Segundo a Polícia Rodoviária, momentos antes do acidente, alguns motoristas denunciaram um caminhão Ford Cargo, placas de Tatuí, trafegando em ‘zigue-zague’ na rodovia Raposo Tavares.

Pouco antes das 20 horas, o caminhão Ford Cargo, trafegava na contra mão de direção, bateu de frente com o ônibus da empresa Andorinha, que ia no sentido capital-interior. O acidente ocorreu no km 399 da Raposo Tavares, no município de Ibirarema.

O motorista do ônibus Alessandro Felipe, de 47 anos, natural de Santo Anastácio, morreu no local do acidente. O corpo da vítima, que trabalhava na linha da Andorinha entre Presidente Epitácio e São Paulo, foi removido ao Instituto Médico Legal de Assis para a realização de exame necroscópico.

Alessandro Felipe tinha 47 anos – Foto: Reprodução redes sociais

A Polícia Rodoviária sinalizou o local, enquanto viaturas de resgate do Corpo de Bombeiros e da Cart socorreram as vítimas. Nove passageiros do ônibus, com ferimentos considerados moderados e de natureza leve, foram socorridos e encaminhados para unidades de saúde de Ourinhos e Assis. A Santa Casa de Palmital também auxiliou nos serviços ao enviar ambulância para transporte de vítimas.

A pista capital-interior ficou interditada por algumas horas até a retirada dos veículos. Preso em flagrante, o motorista do caminhão foi conduzido até a Cadeia Pública de Lutécia, onde fico à disposição da Justiça da Comarca para audiência de custódia. Ele deve responder, além da embriaguez ao volante, pelos crimes de homicídio na condução de veículo automotor e lesão corporal.

Com informações do Jornal da Segunda

Compartilhe

Deixe um comentário