Campanha para eleição do Conselho Tutelar entra na reta final
Compartilhe

Palmital tem dez candidatas que estão fazendo campanha para buscar apoio junto aos eleitores do município; processo é coordenado pelo CMDCA e tem a parceria da Prefeitura

 

A campanha para a eleição do Conselho Tutelar de Palmital entra na reta final nos próximos dias. O processo é coordenado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Palmital com apoio da Prefeitura e conta com dez candidatas que estão fazendo divulgação de propostas para buscar apoio junto aos eleitores do município. A votação, que ocorre no próximo final de semana, será realizada pela Comissão Eleitoral e supervisionada pelo Poder Judiciário.

A eleição tem dez candidatas aprovadas em processo seletivo e avaliação psicológica: Bernadete da Silva Ortiz Amatti, Cibele Aparecida de Góes Scalada, Daniela do Carmo Perez, Elaine Cristina Ronqui Costa, Isis Carolina Silva e Souza Joaquim, Jéssica Arruda Vasconcelos, Júlia Frandsen Bastos Nascimento, Rosangela Damini Moreira, Thaís de Paula Silva e Vivian Caroline Coco Lamim.

Desde o mês de agosto, as candidatas estão fazendo campanha para buscar apoio dos eleitores devidamente registrados na Justiça Eleitoral de Palmital, pois a participação na votação é facultativa. Os votos serão recebidos durante o domingo, 6 de outubro, na escola Horácio da Silva Leite, no período das 8 às 17 horas. Os trabalhos serão realizados pela Comissão Eleitoral com apoio da Prefeitura, de funcionários públicos e voluntários da comunidade.

De acordo com a Comissão Eleitoral, as candidatas poderão fazer campanha e pedir votos até o próximo sábado. Durante a votação é proibido práticas como “boca-de-urna”, o transporte de eleitores ou o oferecimento de qualquer vantagem em troca de apoio. A escola Horácio terá cinco salas reservadas para a votação. Em cada local estarão duas mesas para a recepção dos votos, com o objetivo de dar maior agilidade aos trabalhos.

Os aptos a votar deverão apresentar documento oficial com foto e o título de eleitor. As cédulas em papel terão os nomes das candidatas por ordem alfabética. Os eleitores poderão escolher apenas uma opção para o cargo – se marcar dois ou mais, o voto será anulado. A Comissão Eleitoral deverá fazer a apuração logo depois do encerramento da votação, na própria escola Horário. O processo definirá os conselheiros tutelares para o mandato 2020/2024.

Compartilhe

Deixe uma resposta