Eleitores que não votaram nos três últimos turnos terão títulos cancelados

 

 

 

Por meio de edital expedido nesta semana pelo juiz Luís Fernando Vian, em exercício na 83ª Zona Eleitoral, foi divulgada a relação com os nomes dos 363 eleitores que deixaram de votar nos três últimos turnos e, caso não regularizem a situação, terão os títulos cancelados. A medida vale para pessoas inscritas em Palmital, Ibirarema, Campos Novos Paulista e Platina, com prazo de 60 dias, a partir de 7 de março, para a regularização da situação.

 

CONFIRA A RELAÇÃO DOS ELEITORES QUE DEVEM REGULARIZAR A SITUAÇÃO

 

 

O cancelamento da inscrição, que obedece aos dispositivos da legislação eleitoral, é imposto aos eleitores que não compareceram para votar nos últimos três turnos, que inclui a eleição municipal de 2016 e as duas votações das eleições gerais de 2018. Para regularizar a situação, o eleitor deve comparecer ao Cartório Eleitoral, pagar a multa de não comparecimento (R$ 3,51 por turno) ou apresentar justificativa a ser analisada pela equipe do órgão.

 

De acordo com Diane Malory Vale dos Santos, chefe interina do Cartório Eleitoral de Palmital, o prazo para regularização começa a contar em 7 de março e termina 6 de maio, mas o eleitor relacionado pode procurar o serviço antes e regularizar a situação com a Justiça Eleitoral. O maior número de faltosos, informou Diane, está em Palmital, com 235 nomes listados. A relação também apresenta eleitores de Ibirarema (51), Campos Novos (49) e Platina (27).

 

A chefe do Cartório Eleitoral, que atende de segunda a sexta-feira das 12 às 18 horas, informou também que as pessoas que deixaram de votar em algum turno das eleições anteriores também devem regularizar a situação. Ela alertou que a falta da quitação eleitoral implica em restrições civis, incluindo transações bancárias, acesso a serviços públicos e até mesmo a contratação por empresas e órgãos públicos.

 

 

Cadastramento biométrico é obrigatório na Comarca

A Justiça Eleitoral também está realizando a revisão da 83ª Zona Eleitoral, com a obrigatoriedade do cadastramento biométrico dos 28,6 mil eleitores inscritos em Palmital, Platina, Campos Novos Paulista e Ibirarema. O objetivo é atualizar os dados e coletar informações corporais que serão obrigatórias para a identificação dos eleitores a partir das eleições de 2020.

 

O serviço é realizado mediante agendamento prévio no site do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, no endereço www.tre-sp.jus.br. Quem não fizer o procedimento, que termina no próximo 31 de outubro, terá o título eleitoral cancelado.

Compartilhe

destaques da edição impressa

colunistas

Cláudio Pissolito

Don`t copy text!

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.