Estudante flagrado com “baseado” diz que, na universidade onde estuda, é normal consumo de maconha
Compartilhe

 

Um estudante de 21 anos foi detido por porte de entorpecente na manhã de segunda-feira em Palmital. O jovem, que teria tratado os policiais militares com ironia, estava fumando um “baseado” nas proximidades da rodoviária e foi apresentado na Delegacia da Polícia Civil, onde foi autuado e liberado. O dado curioso da ocorrência é que, para justificar a posse de substância ilegal, ele teria afirmado que é comum os alunos utilizaram maconha na universidade pública onde ele estuda.

 

De acordo com registros da ocorrência, o flagrante ocorreu pouco depois das 9 horas, quando policiais faziam patrulhamento no final da rua Vereador Clóvis de Camargo Bueno e, em frente ao Terminal Rodoviário, onde há grande fluxo de adultos e crianças, avistaram o jovem fumando maconha. Quando percebeu a aproximação da PM, o estudante dispensou o “baseado” no chão. Ele foi abordado e, questionado pelos policiais, disse que não levava mais drogas.

 

Porém, em revista à mochila que ele carregava, os policiais encontraram outras sete “pontas” de “baseados” queimados e um dichavador de erva com uma porção pequena de maconha em seu interior. Os PMs também encontraram uma carteira da universidade estadual em que ele estuda. Questionado sobre isso, conforme registros de ocorrência, o estudante teria respondido em tom sarcástico que no campus que ele frequenta na região é normal os alunos fazerem uso da maconha.

 

O jovem foi apresentado na Delegacia da Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante por porte de entorpecente. A maconha, que totalizou 0,89 grama, foi apreendida. O acusado assumiu a propriedade do entorpecente dizendo que era para consumo próprio. Após os registros, ele foi liberado para responder ao processo em liberdade e comparecer perante o Poder Judiciário da Comarca quando solicitado.

 

Compartilhe

Deixe uma resposta