Compartilhe

Grande público compareceu no sábado (12 de janeiro) à 64ª edição da Festa de Santos Reis de Palmital. O evento folclórico-religioso, que tem tradição de mais de 80 anos no município e é um dos maiores do gênero no país, foi realizado na Fazenda São Joaquim, na Água da Espanholada, com apoio da Prefeitura, da Associação de Manutenção das Tradições Culturais de Palmital e do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Cultura.

 

A organização ficou a cargo dos festeiros Maria José e Valter Benedito de Oliveira, o Pê Mariano, com apoio do industrial Eduardo Tirolli, que cedeu a propriedade para a realização do evento e atuou na coordenação da montagem da estrutura. A festa teve a presença do prefeito José Roberto Ronqui, acompanhado da primeira-dama Fátima Ronqui, além de prefeitos, vereadores e convidados de toda a região. O deputado estadual eleito Mauro Bragato também acompanhou a comemoração.

O recinto contou com aproximadamente 2,5 mil metros quadrados cobertos por tendas para alimentação, abrigo e serviços prestados aos visitantes. O banquete de Santos Reis, que totalizou mais de 15 toneladas de alimentos servidos aos milhares de visitantes, foi preparado por um batalhão de voluntários. O cardápio, típico da culinária rural, contou com lombo recheado, leitoa frita, torresmo, frango à passarinho e carne com costela, que foram acompanhados por arroz, virado de feijão e macarrão ao molho de tomate.

 

A programação religiosa foi aberta pela manhã, com missa celebrada pelo padre Luiz Fernando Dias, da Paróquia de Santo Antônio. No período da tarde, houve a cerimônia com as companhias que foi iniciada com os cânticos nos arcos, representando passagens bíblicas da jornada dos Reis Magos até Belém para saudar o nascimento do Menino Jesus. O ponto alto da festa foi o Encontro das Bandeiras, com homenagem aos festeiros, louvores e pedidos de graças dos fiéis para 2019.

Em seguida, como representação da chegada dos Reis Magos a Belém, houve a adoração ao Presépio pelas companhias que representam os bairros rurais das águas das Anhumas, dos Faceiros e das Três Ilhas. Um momento importante foi a homenagem aos responsáveis pela Companhia da Água das Anhumas, que completou 60 anos de atividades durante a celebração do ciclo 2018/2019.

 

A programação religiosa foi encerrada com a apresentação dos responsáveis pela organização da festa em 2020, que foi um momento de grande emoção do evento. O pecuarista Júlio César do Carmo, o Bijuca, que é prefeito de Campos Novos Paulista, acompanhado da esposa Patrícia Tusco do Carmo, foi coroado como festeiro e garantiu a continuidade da tradição.

 

 

CONFIRA GALERIAS DE FOTOS DA FESTA NO CIRCUITO JC

 

Compartilhe

Deixe uma resposta