Genro é acusado de estuprar a sogra acamada por cinco AVCs
Imagem ilustrativa
Compartilhe

Um homem de 44 anos foi preso em Sumaré acusado de estuprar a sogra na residência que ambos moram, no Jardim Maria Antônia. A mulher tem 65 anos, vive acamada, se comunica apenas por gestos e apresenta pouca mobilidade porque sofreu cinco Acidentes Vasculares Cerebrais (AVCs).

 

O crime foi constatado pelo filho do homem, que é neto da vítima. O Boletim de Ocorrência registrado no 1º Distrito Policial (DP) revela que o filho do acusado saiu para comprar um lanche na padaria do bairro e que, quando chegou em casa, viu o pai colocando a genitália na boca da avó.

 

Indignado, o filho partiu para cima e agrediu o pai com dois socos. O suspeito fugiu pulando dois muros de casas vizinhas. A polícia foi acionada e iniciou as buscas pelo bairro. O homem acabou sendo preso algumas horas depois, quando retornou para a residência.

 

Quando os policiais questionaram sobre a agressão, a vítima confirmou com gestos que foi agredida. Em depoimento na delegacia, o suspeito negou a acusação, alegando que estava dando água para a sogra. Porém, essa versão foi descartada porque a mulher se alimenta apenas por sonda.

 

O delegado entendeu que as declarações do neto e dos policiais que conversaram com a vítima eram suficientes para decretar a prisão do homem, que deverá responder por violência doméstica e estupro de vulnerável. A vítima deverá apresentar denúncia contra o acusado para que ele responda criminalmente pelas acusações.

Fonte: Correio Popular

Compartilhe

Deixe uma resposta