Gravida morre afogada ao tentar salvar o filho de cinco anos
Compartilhe

 

Grávida de sete meses, a jovem Camila Bianca Pereira da Silva, de 24 anos, morreu na tarde de quinta-feira (18) ao tentar salvar o filho, Erick Miguel da Silva Alves, de cinco anos.

Após se desequilibrar ao brincar, o menino caiu em uma área funda na represa de Jurumirim, em Itaí, na região de Avaré. Além da mulher, o menino e o feto também morreram no acidente.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Avaré, os dois se afogaram na Represa de Jurumirim. Erick e o padrasto estavam brincando na água quando o homem se desequilibrou em um buraco e acabou soltando a mão do menino. A mãe, grávida de sete meses, estava às margens da represa e pulou para tentar salvar o filho. Os dois se afogaram.

“Segundo os bombeiros, as vítimas estavam dentro da água numa profundidade de um metro e meio, quando acabaram por cair em uma calha ou vala da represa com profundidade de dois metros e meio”, escreveu um parente de Camila nas redes sociais.

Pessoas que também estavam lá conseguiram tirar o menino da água e ele recebeu primeiros socorros ainda na represa, com ajuda de uma médica que estava ali, até a chegada da ambulância. Já a mãe foi resgatada só depois pelos bombeiros. O padrasto de Erick sobreviveu.

Os dois foram levados para o pronto socorro já em estado grave e acabaram morrendo. Os corpos foram liberados na manhã da sexta-feira, 19, para o enterro, que aconteceu às 17h no Cemitério Municipal de Avaré.

Compartilhe

Deixe uma resposta