Montador tenta matar desafeto com golpes de facão no São José
polícia jc
Facão foi utilizado na tentativa homicídio

 

A Polícia Civil registrou na tarde de domingo (12/05) uma tentativa de homicídio em Palmital. O crime foi praticado por um montador, de 38 anos, que teria ido até a residência da vítima, um instalador, de 36 anos, localizada no bairro São José, e o atacado com dois golpes de facão. O ferido necessitou de atendimento médico e o autor foi até a casa de um investigador para se entregar, sendo apresentado na Delegacia da Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante e confessou a intenção de matar o desafeto.

De acordo com informações policiais, o montador teria ido até a residência do instalador, localizada na rua Joaquim Amâncio Ferreira, com o intuito de praticar o homicídio. Durante a briga, o agressor desferiu um golpe de facão contra cabeça da vítima, que teve o reflexo de se defender com o braço e sofreu apenas um ferimento de raspão. Em seguida, quando o morador teria se desequilibrado para fugir, o agressor conseguiu atingir o segundo golpe na parte posterior da sua coxa esquerda.

polícia jcO golpe na perna causou um corte com cerca de 20 centímetros na vítima, que conseguiu correr para dentro de sua residência. O autor fugiu do local em seguida. Ferido, o instalador foi encaminhado para o Pronto-Socorro Municipal, onde recebeu atendimento médico e foi liberado, não correndo risco de morte. O agressor foi até a casa de um investigador para relatar a tentativa de homicídio e foi apresentado na Delegacia de Palmital, juntamente com a arma do crime, que foi apreendida.

O acusado foi ouvido pelo delegado Marcelo Armstrong Nunes e confessou que tinha a intenção de matar a vítima. Durante interrogatório, conforme registro de ocorrência, o preso não demonstrou arrependimento e afirmou que, se for solto, irá tirar a vida do instalador. O chefe da Polícia Civil determinou o encaminhamento do autor à Cadeia de Lutécia e disse que o crime teria motivação passional por conta de um suposto envolvimento da vitima com a mulher do agressor.

Leia também no JC Online

Compartilhe

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Não Permitido Cópia