Idoso morre atropelado por caminhão ao tentar atravessar rodovia de Marília
Compartilhe

Segundo a Polícia Rodoviária, caminhoneiro foi preso após o acidente na SP-294, porém a documentação do veículo estava correta e o teste do bafômetro deu negativo. Motorista foi detido em flagrante por homicídio culposo e vai passar por audiência de custódia.

Um idoso de 68 anos morreu atropelado por um caminhão na madrugada desta terça-feira (10) na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), em Marília (SP). O caminhoneiro foi preso em flagrante por homicídio culposo – quando não há intenção de matar.

Segundo a Polícia Rodoviária, o homem tentou atravessar a rodovia próximo ao Hospital das Clínicas quando foi atingido pelo veículo, por volta das 2h, na altura do quilômetro 448. O idoso, que não teve a identidade revelada, morreu no local.

Ainda de acordo com a Polícia Rodoviária, o caminhoneiro foi preso após o acidente conforme o artigo 302, que é o homicídio culposo na direção de veículo automotor.

A Polícia Rodoviária informou que o motorista do caminhão estava com a documentação em dia, não cometeu irregularidades no trânsito, não tinha passagens pela polícia e deu negativo para o consumo de álcool no teste do bafômetro.

No entanto, de acordo com o delegado responsável pela ocorrência, apesar de existirem situações que favorecem a defesa e até a absolvição do caminhoneiro, a polícia entendeu que houve imprudência e negligência da parte dele.

Segundo a Polícia Civil, a pista era bastante iluminada e não tinha muito fluxo de veículos, por isso não dá para afirmar que a culpa foi exclusiva da vítima. O delegado informou que foi arbitrada fiança no valor de R$ 5 mil, que não foi paga, e o caminhoneiro ficou detido.

Agora, a Polícia Civil aguarda o laudo pericial e necroscópico para continuar as investigações sobre o acidente. O motorista vai passar por audiência de custódia na tarde desta terça-feira (10).

Compartilhe