Igreja é furtada dois dias seguidos em Praia Grande e padre lamenta: ‘Nada intimida eles’
Compartilhe

Uma câmera de monitoramento flagrou a ação de um criminoso que furtou luminárias e itens de decoração de uma igreja católica no sábado (18/01) e domingo (19/01), em Praia Grande, no litoral de São Paulo. De acordo com o padre, os furtos são comuns e bandidos não se intimidam com as medidas de segurança adotadas pela instituição religiosa.

 

Nas imagens, é possível ver o momento em que o homem passa pela frente da igreja e se apoia no muro para alcançar os objetos furtados. Ele chega a descer do muro no momento em que um veículo passa pela avenida. Em seguida, volta a cometer o crime e, quando satisfeito, vai embora.

 

O mesmo homem, com as mesmas roupas, volta ao local na madrugada do dia seguinte, e repete a ação. Os casos aconteceram por volta da 1h de sábado e das 3h de domingo, respectivamente. O padre Afonso de Sousa, responsável pela igreja furtada, relata que furtos são comuns, inclusive, durante as missas.

 

“Levam bicicleta de fieis enquanto eles estão na missa, lâmpadas, fios de cobre e dos microfones”, conta o padre. “Ficamos entristecidos, mas eles não se intimidam com nada, nem com as câmeras”.

 

O padre avalia o prejuízo dos dois furtos recentes em aproximadamente R$ 600. “Ele levou decoração de anjos e os suportes de inox. Tínhamos acabado de recolocar porque tinham sido levados no mês passado.”

 

Ele informou que registraria o boletim de ocorrência ainda nesta terça-feira (21/01) e cederá as imagens dos novos crimes à Polícia Civil para auxiliar nas investigações. O padre conta que as imagens dos outros crimes já se encontram em poder dos investigadores.

Fonte: G1

Compartilhe