Compartilhe

A Polícia Civil instaurou inquérito policial para investigar um suposto caso de assédio envolvendo um professor e alunas de uma escola estadual em Mirante do Paranapanema (SP).

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), a equipe ouviu pais de alunos e diligências seguem sendo feitas para apurar os fatos.

Ainda conforme a SSP, as investigações correm em segredo de Justiça. Ao g1, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) informou que repudia toda e qualquer forma de assédio, dentro ou fora do ambiente escolar.

A Diretoria de Ensino de Mirante do Paranapanema, responsável pela escola onde ocorreu o suposto caso de assédio, assim que teve conhecimento das denúncias iniciou o processo para apuração preliminar do caso e de sua condução pela gestão da unidade, conforme a Secretaria da Educação.

Ainda segundo a pasta estadual, o docente não compareceu na escola na última sexta-feira (25/03) e será afastado oficialmente de suas funções. A Seduc-SP também disse ao g1 que disponibilizou aos estudantes o atendimento profissional através do Programa Psicólogos na Educação, mediante autorização dos responsáveis.

O órgão enfatizou que junto a Diretoria de Ensino e a unidade escolar, está à disposição das autoridades e comunidade escolar para mais esclarecimentos.

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe um comentário