Compartilhe

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão vinculado à Secretaria Estadual de Logística e Transportes, publicou na sexta-feira passada (28/01) edital para a contratação de projetos executivos de obras em diversas rodovias do Estado de São Paulo. O novo programa, conforme publicação do Diário Oficial do Estado, está dividido em 15 lotes e prevê investimentos de R$ 242,6 milhões em 56 projetos para 1.774 quilômetros de estradas.

Um dos projetos é a extensão da rodovia Castello Branco (SP-280) de Santa Cruz do Rio Pardo até Echaporã, criando uma nova rota de acesso para a região, que inclui Palmital e os municípios da Comarca, a São Paulo. A obra é uma antiga reivindicação das prefeituras do Centro-Oeste Paulista como forma de incrementar as rotas logísticas com a capital paulista.

Devido à importância, o projeto foi amplamente divulgado por veículos de imprensa da região, incluindo o JC Online, a versão digital do Jornal da Comarca na internet. O governo do Estado também enfatizou a importância do programa de investimentos em rodovias, como forma de incentivar o desenvolvimento do Estado por meio da modernização da infraestrutura viária.

Na manhã do domingo (30/01), o governador João Doria postou story no Instagram, rede social em que tem 1,2 milhão de seguidores, com a reprodução da matéria do JC Online que anunciava o projeto de extensão da Castello. Conforme o governo, o projeto prevê o prolongamento rodovia em pouco mais de 90 quilômetros entre o trevo com a rodovia Engenheiro João Baptista Cabral Rennó (SP-225), em Santa Cruz do Rio Pardo, até a Dona Leonor Mendes de Barros (SP 333), em Echaporã.

A Castello, que se inicia em São Paulo, tem 315 quilômetros até o entroncamento com a João Batista Cabral Rennó que possibilita o acesso a Bauru em sentido Leste, e, ao Oeste, faz ligação com a rodovia Raposo Tavares, passando por Palmital e região, além de dar acesso aos estados do Paraná e Mato Grosso do Sul. Com a extensão da rodovia, que deve passar por vários municípios, será criada uma nova rota rodoviária na região, possibilitando também a interligação com a Transbrasiliana (BR-153).

Compartilhe

Deixe um comentário