Compartilhe

Polícia militar encontrou porções de droga e objetos furtados em ocorrência apresentada na Delegacia da Polícia Civil, onde acusados foram autuados em flagrante

 

jornal da comarca polícia
Vara de pescar era usada em dispositivo de alerta

A Polícia Militar estourou mais uma boca-de-fumo na cidade, desta fez no bairro Afonso Negrão, na manhã de sexta-feira. Um jovem e dois adolescentes foram apreendidos na operação que conseguiu evitar que drogas fossem comercializadas na cidade. Os acusados foram apresentados na Delegacia da Polícia Civil, juntamente com objetos furtados e porções de maconha e crack, onde foram autuados por tráfico, associação para o tráfico e ato infracional. Uma adolescente de 17 anos, esposa do rapaz, também foi arrolada na ocorrência e terá sua participação no esquema criminoso apurada pela Polícia Civil.

De acordo com registros de ocorrência, havia informações de que um casal realizava tráfico em sua residência na Rua São Mateus, no bairro Afonso Negrão. As denúncias apontavam que o ajudante de 23 anos e sua esposa eram responsáveis por separar e embalar a droga, além de dois outros adolescentes, que são irmãos, que serviriam como olheiros e ficavam do lado de fora atendendo aos usuários. Uma equipe da PM esteve no local e encontrou os dois menores que fugiram para dentro do imóvel e foram abordados na sequência.

Na residência, os policiais constataram que havia um “sistema de alarme” montado com uma vara de pescar presa a uma pia, cuja extremidade “roçava” a parede quando a linha presa a um galho na frente da residência era puxada pelos olheiros. O dispositivo servia tanto para anunciar a chegada de “clientes” quanto a aproximação da polícia. No quintal da casa, também foi feita a abordagem ao ajudante que tentava fugir do flagrante.

Os PMs entraram na casa e encontraram diversas porções de droga espalhadas pelo imóvel, algumas à vista de quem estava no local, além de uma balança de precisão, um prato com resquícios da droga, uma lâmina e pedaços de sacos plásticos. Também foram identificadas algumas porções de maconha dentro de uma botinha no quarto da casa, onde a adolescente estava com o filho recém-nascido do casal, e também no interior da geladeira. Durante a ação, foi feita a apreensão de R$ 33,00 em dinheiro e de uma folha de papel com anotações do movimento do tráfico da noite anterior.

Com auxílio do Canil Setorial de Assis, foram localizados diversos pinos vazios dentro do guarda-roupa e cinco pedras de crack escondidas dentro de um buraco no muro. Foram apreendidos 142,18 gramas de maconha e outros 38,26 gramas de crack, em porções de diversos tamanhos, algumas já embaladas para a venda. No quintal, os policiais também localizaram um quadro de bicicleta cujas peças foram retiradas e montadas em outra.

O ajudante confessou o crime e informou que vendia a pedra a R$ 10,00 e a maconha a R$ 5,00. Os acusados foram apresentados na Delegacia, onde foi determinada a prisão em flagrante do ajudante e a autuação por ato infracional dos adolescentes, que estavam acompanhados de responsáveis legais. A adolescente foi liberada, mas terá a participação no esquema apurada. O ajudante e os menores foram levados à Cadeia Publica de Lutécia. O proprietário da bicicleta furtada foi localizado e, após fazer o reconhecimento, teve todas as peças restituídas.

 

Veja vídeo abaixo:

Compartilhe

Deixe uma resposta