Jovem morta a facadas pelo ex-marido na frente do filho tinha medida protetiva; homem foi preso
Compartilhe

A jovem de 24 anos assassinada a facadas na frente do filho, no sábado (12), em Bauru (SP), tinha uma medida protetiva contra o ex-marido e suspeito do crime. O homem de 26 anos foi preso no domingo (13/12).

Segundo a delegada Priscila Bianchini, que atendeu a ocorrência no dia do crime, Bruna Giovana da Silva já tinha procurado a polícia e registrado dois boletins de ocorrência por violência doméstica e obteve a medida de proteção contra Luiz Antônio de Araújo Félix, de 26 anos.

O crime aconteceu em frente ao condomínio de apartamentos onde Bruna morava no Jardim Ouro Verde. Segundo a delegada, a polícia teve acesso a imagens que mostram que a vítima foi esfaqueada e morta na frente do filho do casal, um menino de 4 anos.

As imagens a que a polícia teve acesso, e que não foram divulgadas, foram anexadas ao inquérito. O suspeito foi localizado na manhã de domingo (13/12) após denúncias. Ele estava em um carro encontrado na estrada do bairro Val de Palmas, próximo ao distrito de Tibiriçá.

A faca utilizada no crime estava no tapete do veículo ainda com resquícios de sangue. O material foi encaminhado para perícia. Luiz foi preso em flagrante e indiciado por feminicídio. A polícia encaminhou para a Justiça o pedido de prisão preventiva e o suspeito foi levado para cadeia de Avaí.

De acordo com a polícia, ele confessou o crime e disse que esfaqueou Bruna após uma discussão por causa da pensão do filho. A criança está sob os cuidados dos avós, segundo informações de familiares.

Bruna trabalhava como operadora de telemarketing. Ela foi enterrada na tarde de domingo no cemitério Jardim do Ypê em Bauru.

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe uma resposta