Compartilhe

Segundo a Polícia Rodoviária, motorista bateu contra um ônibus enquanto trafegava na contramão na Rodovia Raposo Tavares, entre Salto Grande e Ibirarema (SP). A suspeita é de que ele estava embriagado. 

Motorista de ônibus morre e seis pessoas ficam feridas em batida com caminhão entre Salto Grande e Ibirarema — Foto: Arquivo Pessoal 

A Justiça decretou a prisão preventiva do motorista de um dos caminhões envolvidos no acidente que deixou um morto e nove feridos na noite de quarta-feira (04/05) na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), entre Salto Grande e Ibirarema (SP). 

O caminhoneiro, de 23 anos, teve a prisão em flagrante por embriaguez ao volante convertida em preventiva após audiência de custódia realizada nesta quinta-feira (05/05). Com isso, ele permaneceu preso na penitenciária de Assis (SP). 

Segundo a Polícia Rodoviária, o motorista trafegava na contramão quando colidiu de frente com um ônibus. Outros dois veículos, um caminhão bitrem e outro ônibus, também foram atingidos. 

Motorista de ônibus morre e seis pessoas ficam feridas em batida com caminhão entre Salto Grande e Ibirarema — Foto: Arquivo Pessoal 

O motorista do ônibus que colidiu de frente com o caminhão foi identificado como Alessandro Felipe, de 47 anos. Ele realizava o trajeto de São Paulo a Presidente Epitácio e morreu após o veículo ser atingido pelo caminhão. 

Ele foi enterrado às 17h de quinta-feira (05/05) no Cemitério Municipal de Santo Anastácio (SP). 

A batida também deixou outros nove feridos, sendo que sete eram passageiras do ônibus e os outros dois caminhoneiros. Até a tarde de quinta-feira (05/05), quatro pacientes permaneciam internados na Santa Casa de Ourinhos. 

Fonte: G1 

Compartilhe

Deixe um comentário