Ladrões invadem transmissor e furtam equipamentos da Rádio Regional
Compartilhe

A ação de criminosa não poupa nem mesmo empresas que contribuem para informar e prestar serviços relevantes à população. A unidade de transmissão da Rádio Regional, que funciona em um imóvel às margens da rodovia Nelson Leopoldino, nas proximidades do Portal de Entrada de Palmital, foi atacada por ladrões três vezes neste mês. Os criminosos invadiram o local para subtrair equipamentos e fios de cobre, causando prejuízos à emissora, que chegou a ficar com a programação fora do ar por uma manhã.

O primeiro furto, segundo o gerente Marcelo Tiengo, ocorreu no dia 3 de outubro, quando os ladrões arrombaram os cadeados da porta da casa onde fica o sistema de radiofusão, ao lado da antena na entrada principal da cidade, e furtaram fios elétricos, inclusive de alimentação do transmissor. Devido à ação criminosa, a emissora ficou uma manhã sem funcionar até a reposição do sistema de energia. Nesta semana, o local foi invadido outras duas vezes. Na madrugada de quarta-feira (30/10), os criminosos levaram equipamentos que eram armazenados no imóvel.

Na madrugada desta quinta-feira (31/10), eles teriam voltado ao local e furtado um transmissor reserva e outros equipamentos, incluindo um transformador que foi desmontado para a retirada do cobre. “Há prejuízos com os equipamentos. A ação dos criminosos também causa um risco ao faturamento da rádio, que já ficou uma manhã sem funcionar devido ao furto de cabos de energia. Sem transmitir, não podemos fazer os anúncios dos patrocinadores e ter arrecadação com publicidade”, destacou o gerente.

 

Marcelo estima que, até o momento, a Regional já teve um prejuízo de aproximadamente R$ 2 mil com reparos, subtração de equipamentos e a substituição de instalações danificadas para que pudesse continuar fazendo a transmissão de sua programação. O gerente informou ainda que, com o objetivo de coibir a ação dos ladrões, a rádio está investindo na instalação de um sistema de câmeras de monitoramento, de alarme e de luz de presença na área do transmissor. Todos os furtos foram registrados na Delegacia de Polícia Civil, para apuração da autoria.

Compartilhe