Leitora denuncia animal amarrado, sob o sol forte, em terreno no Residencial Fênix II

Uma leitora fez contato com a reportagem do JC na tarde desta terça-feira (17/09) para denunciar uma situação que considerou degradante com um animal em Palmital. Ela relatou aparente condição de maus tratos em que um burro, com emagrecimento evidente, estava amarrado no descampado e sob o sol forte em área no Residencial Fênix II.

 

O animal, conforme constatado pelo JC por volta das 14 horas, estava em terreno no cruzamento das ruas Dolores Parra Garcia e Sebastião Orlandi. A temperatura oficial para Palmital no momento da reportagem, conforme registros do Ciiagro, era de 37,8º C, com uma umidade do ar de apenas 12,9%, gerando condições climáticas comparáveis às dos desertos do planeta. Às 15 horas, os termômetros registravam 38,2º C, com umidade de 12,4%.

A internauta disse que foi até o local e disse que levou água para evitar que ele se desidratasse. “Vi que ele estava amarrado no sol quente e quase sem água. Não há nenhuma sombra para ele ficar. É uma judiação”, lamentou. “Se pra gente está calor, imagina para o animal que está sofrendo nesse sol e com o calor?”, questionou.

A leitora também ressaltou que não sabe quem seja o proprietário do animal e se ele estava em outros dias no mesmo local. Por volta das 16h30, ela informou que o animal havia sido levado do terreno, após passar longo período exposto ao sol. 

Leia também no JC Online

Compartilhe
Fechar Menu
Não Permitido Cópia