Menino de 3 anos é encontrado vagando pelas ruas de madrugada
Compartilhe

Menino de 3 anos é encontrado vagando sozinho na madrugada da região de Viracopos

A Polícia Militar resgatou na madrugada deste domingo (13), um menino de 3 anos que foi achado em estado de abandono em uma via, perto de um bar, no bairro Santo Antônio, na região de Viracopos, no distrito do Ouro Verde, em Campinas. A criança foi levada para a 2ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), de onde foi encaminhada para um abrigo, pelo Conselho Tutelar.

A mãe, uma jovem de 20 anos, disse que estava em um baile funk, na região do Jardim Itatinga. Segundo testemunhas, ela foi encontrada embriagada. A mãe vai responder ao crime de abandono de incapaz, em liberdade.

A criança foi encontrada pela copeira Cristiane Luci Ferreira, de 31 anos, que voltava da casa da mãe, com o namorado e os três filhos dela, por volta das 2h50.

Ela passava de carro na via quando avistou o menino caminhando sozinho, de shorts e camiseta regata, em direção a um grupo de homens que bebiam e consumiam drogas. Ela parou o veículo e abordou o menino. “A rua era de pouco iluminação. Perguntei se a criança era de algum dos homens e eles tentaram dizer que conhecia o menino, mas desconfiei e fiz perguntas que não souberam responder.

Peguei o menino e os enfrentei, pois queriam ficar com a criança. Liguei para a polícia e em menos de 20 minutos chegou duas viaturas. A polícia foi muito rápida e eu gostaria muito de parabenizar e agradecer a equipe, que foi muito atenciosa”, disse a copeira que ficou com a criança até ao final da ocorrência.

De acordo com o sargento Adriano Leite, o menino só sabia dizer o primeiro nome dele e da mãe. A equipe acolheu a criança, colocou a capa de um deles para protegê-lo frio e passou a fazer buscas no bairro atrás da família. Uma moradora indicou o endereço de uma moça com o mesmo nome da mãe da criança.

“O menino estava com fome e sede. A mulher disse que havia uma moça que costumava abandonar o filho. Seguimos até a casa indicada por ela e chamamos. O imóvel tinha muro alto e estava trancado. Não dava para entender como o menino saiu”, disse o sargento. “Fomos atendidos pelo avô da criança que contou que a mãe tinha ido a uma festa, mas que não tinha visto o neto sair”, acrescentou.O avô, a criança e a copeira foram para a DDM. Os policiais se reuniram e compraram lanche para o menino, que estava faminto.

A mãe da criança foi localizada por volta das 6h, após vizinhos ligarem para os policiais avisando que ela havia chegado em casa. A jovem foi levada para a delegacia, mas como estava sob efeito de drogas e descontrolada, segundo a polícia, ela não foi autuada, mas vai responder ao crime em liberdade. O caso será investigado pela DDM. Mesmo com a presença do avô, o menino foi levado para um abrigo.“O avô não tinha condições de ficar com o menino, pois ele mesmo deixou a criança só. Foi uma das piores ocorrência que atendi.

Se não fosse essa moça que nos ligou, que foi corajosa em enfrentar aquelas pessoas, o que poderia ter acontecido com esta criança? Foi muito marcante. Emocionou todo mundo”, disse Leite frisando da importância de as pessoas denunciarem casos como estes e acionarem a polícia. “Atendemos muitos casos de maus tratos, pois acontece muito na periferia. Casos que a mãe vai para bar beber e leva a criança junto, ou os pais batem muito”, emendou.

FONTE: Correio Popular

Compartilhe