Compartilhe

A terceira onda da pandemia, que gerou recorde de pacientes infectados pelo coronavírus em janeiro, continua fazendo vítimas em Palmital. Uma idosa de 71 anos morreu neste domingo (06/02) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Assis após sofrer complicações respiratórias da Covid. A Secretaria de Saúde aguarda a declaração de óbito para confirmar oficialmente o caso.

De acordo com informações do órgão municipal, a paciente havia sido internada na Santa Casa de Palmital no sábado da semana passada (29/01) e, devido aos problemas pulmonares, foi transferida pela família para leito particular na Santa Casa de Assis.

O quadro evolui para síndrome respiratória grave e ala foi entubada na quarta-feira (02/02), sendo levada para a UTI do hospital assisense. A idosa não resistiu às complicações da Covid e foi a óbito.

OUTROS – Na semana passada, a Secretaria de Saúde confirmou a morte de um idoso de 77 anos. O paciente havia sido atendido no Ambulatório de Síndromes Gripais do Centro de Saúde, onde testou positivo para a Covid e recebeu indicação de tratamento domiciliar. Na madrugada de sexta-feira (28/01), foi levado em estado grave para o Pronto-Socorro da Santa Casa, onde foi a óbito. Ele foi a 78ª vítima fatal da doença em Palmital desde o início da pandemia.

A Secretaria de Saúde investiga outra morte suspeita ocorrida na semana passada. Um idoso de 84 anos foi atendido no Pronto-Socorro na quarta-feira (26/01), testou positivo para Covid e ficou em observação. Por possuir comorbidades e ter idade avançada, ele foi transferido para Hospital das Clínicas de Marília, onde foi a óbito horas depois.

Compartilhe

Deixe um comentário