Padre e freira da Arquidiocese de Botucatu morrem em decorrência da Covid-19
Compartilhe

O padre Sebastião dos Santos e a freira Maria Aparecida de Oliveira morreram em decorrência da Covid-19 em Botucatu (SP). Os óbitos foram registrados na noite de sábado (30).

Sebastião tinha 48 anos e era pároco do Santuário Nossa Senhora das Dores, em Avaré (SP). O padre estava internado em um hospital particular de Botucatu.

O corpo será sepultado neste domingo (31), às 14h, no Cemitério Municipal de Cerqueira César (SP). Por conta da pandemia do coronavírus, não haverá velório.

Por meio de nota, a Arquidiocese de Botucatu lamentou a morte do padre. “Neste momento de dor, saudades e esperança na ressurreição, a Arquidiocese de Botucatu se une aos familiares, paroquianos e amigos.”

Na mesma noite, morreu a irmã Maria Aparecida de Oliveira, aos 97 anos, também em decorrência da Covid-19. A religiosa pertencia à Congregação Servas do Senhor.

O sepultamento do corpo de Maria Aparecida aconteceu na manhã deste domingo. A cerimônia foi realizada no Cemitério Portal das Cruzes, em Botucatu.

A morte dos dois religiosos foi lembrada durante uma missa realizada nesta manhã na Paróquia São Benedito, em Avaré.

Luto oficial

Por meio de nota oficial, a Prefeitura de Laranjal Paulista (SP) informou que o prefeito Alcides de Moura Campos Junior decretou luto oficial de três dias na cidade pela morte do padre Sebastião. O religioso também atuou na Igreja Matriz São João Batista do município.

“O padre Sebastião dos Santos teve participação social e religiosa de destaque em Laranjal Paulista estando à frente, por muitos anos, da Igreja Matriz São João Batista”, informa a nota.

O prefeito externou as condolências e os votos de pesar a todos os familiares e amigos, em nome dos cidadãos laranjalenses.

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe uma resposta