Pedreiro acusado de matar o irmão em Ribeirão do Sul se entrega à polícia
Fraticídio foi cometido dentro da casa do pai dos envolvidos.

Quase três dias depois de ter matado o próprio irmão, durante um churrasco em Ribeirão do Sul, o pedreiro Tiago Dias de Souza, de 32 anos, se entregou na tarde desta terça-feira (11/06), na Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Ourinhos.

 

Acompanhado de seus advogados e com a mala pronta para se acomodar na Cadeia Pública de São Pedro do Turvo, Tiago foi ouvido pelo delegado Dr. Pedro Otávio Telles do Nascimento, que atua na delegacia de Ribeirão do Sul.

 

De acordo com o delegado, a prisão temporária de Tiago já foi decretada na tarde de segunda-feira (10/06), e desde então o pedreiro era considerado procurado pela Justiça pelo assassinato do irmão Sidney Candido de Souza, 39 anos. “Desde a manhã de hoje [terça] estamos em tratativa com a família para que ele se apresentasse. Eu vou fazer o cumprimento de mandado de prisão, inicialmente são trinta dias prorrogáveis por mais trinta dias, mas eu pretendo já concluir e pedir a preventiva para que que até ele responder em júri popular”, destacou o delegado.

 

Tiago estava com olho bem roxo e aparentemente arrependido pelo crime cometido. Após ser ouvido, o pedreiro será encaminhado à cadeia púbica de São Pedro turvo, até sair a sua prisão preventiva.

 

O CASO

Uma briga entre irmãos acabou em morte, na cidade de Ribeirão do Sul, no último sábado (08/06). O pedreiro Sidney Candido de Souza, 39 anos, não resistiu e morreu, após sofrer um disparo de espingarda, calibre 28, efetuado pelo irmão Tiago Dias de Souza, de 32 anos, que fugiu após assassinato.

 

De acordo com Boletim de Ocorrência registrado pela Polícia Civil em Ribeirão do Sul, o fato aconteceu às 19h11, na Rua Augusta Correa Gomes, no Jardim Primavera, onde acontecia uma reunião familiar (churrasco) regado de bebidas alcoólicas. E determinado momento, Tiago Dias de Souza, embriagado, começou uma discussão e agredir sua amásia Rosenida da Silva, de 42 anos, em uma casa que fica nos fundos onde acontecia o churrasco. Sidney, o irmão mais velho de Tiago, não gostou e interveio na briga do casal e os dois entraram em luta corporal.

O pai dos dois irmãos que brigavam, Reinaldo, de 62 anos, tentou apartar a briga entre os filhos e acabou agredido por Tiago, que desferiu um soco no rosto do idoso. Apesar da confusão, o pai ainda conseguiu retirar Sidney da casa do irmão e pediu para que ele fosse embora. Mas quando Sidney já entrava no seu carro, Tiago apareceu com a espingarda em punho e, de dentro da garagem, gritou: “Você é valente?” Em seguida, efetuou um disparo que atingiu a região do pescoço de Sidney, que caiu na rua em frente à casa. Após o crime, Tiago fugiu em direção de uma plantação de milho.

Leia também no JC Online

Compartilhe

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Não Permitido Cópia