PM de Palmital captura condenado por homicídio no Paraná
Compartilhe

Foragido estava perambulando por Palmital e confirmou que matou desafeto a marretadas em 2007

 

Polícia Jornal da comarca

 

A Polícia Militar de Palmital prendeu na manhã de quinta-feira um foragido da Justiça do Paraná condenado pelo crime de homicídio. O homem, de 35 anos, que estava perambulando pela área central de Palmital, confirmou aos policiais que havia matado um desafeto a golpes de marreta após desentendimento havido na cidade de Cornélio Procópio em 2007.

De acordo com informações dos policiais que atenderam a ocorrência, o homem estava caminhando pela região central de Palmital e apresentou atitude suspeita ao perceber a aproximação da equipe que fazia patrulhamento. Ele foi abordado e não portava nada de ilícito, mas apresentou versões contraditórias sobre o que fazia na cidade. Alegou que seria de Cornélio Procópio e que era andarilho, mas disse também que estava à procura de emprego na região.

O homem também confessou que havia sido preso por homicídio, mas mentiu que já havia cumprido a pena. Os policiais fizeram pesquisa e entraram em contato com a PM do Paraná, recebendo a confirmação de que se tratava de foragido da Justiça procurado pelo crime de homicídio, com pena estabelecida de 8 anos e 14 dias no regime fechado.

Depois das informações confirmadas, o condenado contou aos policiais que o homicídio foi praticado no ano de 2007, em Cornélio Procópio, onde ele teria discutido e matado um desafeto com golpes de marreta. O homem foi apresentado na Delegacia da Polícia Civil, onde foi registrada a captura do condenado, e encaminhado para a Cadeia Pública de Lutécia, onde aguardará a transferência para o Paraná.

Compartilhe

Deixe uma resposta