Polícia Ambiental multa sitiante em R$ 5 mil por matar veado
Compartilhe

A Polícia Militar Ambiental aplicou na quinta-feira (13/08) uma multa no valor de R$ 5 mil a um homem, de 50 anos, identificado como responsável pelo abate de um veado-mateiro em um sítio na zona rural de Pacaembu (SP).

 

A espécie está na lista dos animais ameaçados de extinção e o homem ainda vai responder pelo crime de caça. Os policiais compareceram à propriedade rural depois de terem recebido uma denúncia anônima de que estaria ocorrendo caça de animais nativos silvestres no local.

 

O morador permitiu a entrada dos militares no imóvel e acompanhou a vistoria. Em um paiol, os policiais encontraram uma cabeça de veado-mateiro e, no pasto do sítio, depararam-se com um pedaço do couro e uma pata do animal. Em uma caixa térmica, havia partes de carne do animal.

 

No âmbito administrativo, o morador do sítio recebeu um auto de infração ambiental no valor de R$ 5 mil por matar espécime da fauna silvestre sem a devida autorização da autoridade competente, infringindo o artigo 25 da resolução SMA 48/14, majorado devido à presença da espécie na lista de animais ameaçados de extinção.

 

Além disso, segundo a polícia, ele ainda vai responder pelo crime de caça, previsto no artigo 29 da lei 9.605/98. Os policiais apreenderam as partes do corpo do animal, que totalizaram 14,780 quilos, e as destinaram a uma vala sanitária.

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe uma resposta