Polícia apura morte de homem em residência no bairro São José
Compartilhe

A Polícia Civil de Palmital está apurando as circunstâncias da morte do ajudante geral Bruno de Oliveira Alves, de 36 anos. Ele foi encontrado morto em sua residência, na avenida Brasil, no bairro São José, na quarta-feira da semana passada.

Segundo informações de ocorrência, sob a natureza “morte suspeita”, o ajudante morreu deitado sobre um colchão que estava no chão da casa onde morava com o tio que lhe criou, um aposentado de 77 anos. Pouco depois das 10 horas, houve o acionamento do Samu e da PM, que não encontrou nenhum sinal de violência no local.

Houve o contato com o Pronto-Socorro da Santa Casa para que a médica de plantão assinasse a declaração de óbito. Porém, ela se negou e informou que o ajudante havia passado por atendimento na noite anterior, por suposta ingestão de medicamentos, droga e bebida alcoólica.

Diante da incerteza sobre as causas da morte, a Polícia Civil determinou que o corpo fosse levado ao IML de Assis para exame necroscópico e toxicológico. Em seguida, foi liberado para velório na Funerária Santa Terezinha e o sepultamento no Cemitério Municipal de Palmital.

Compartilhe

Deixe uma resposta