Compartilhe

Lote de mais de quatro mil peças foi destinado a famílias carentes em Palmital, Ibirarema, Campos Novos e Platina

 

Rompendo o estigma de que os órgãos policiais são meramente punitivos e não se envolvem em causas humanitárias, nesta semana a Polícia Civil de Palmital fez a doação a órgãos municipais e entidades da Comarca mais de quatro mil camisetas. As peças, apreendidas em ação de repressão criminal, deveriam ser destruídas, mas com autorização da Justiça, a pedido do delegado Giovani Bertinatti, foram entregues a instituições sociais e filantrópicas que atendem famílias carentes em Palmital, Ibirarema, Campos Novos Paulista e Platina.

As camisetas de malha foram apreendidas durante uma ocorrência criminal registrada na rodovia Raposo Tavares em 20 de julho do ano passado e o material foi depositado na Delegacia de Palmital pela Polícia Rodoviária. A carga armazenada na unidade policial, conforme os protocolos habituais, deveria ser destruída. Entretanto, o delegado Bertinatti, responsável pelo caso, considerou que as peças deveriam ser doadas a entidades sociais dos municípios da Comarca e propôs a destinação diferente aos materiais.

Alegando a importância de um Estado altruísta, defensor da dignidade humana e promotor do bem-estar dos cidadãos, o chefe da Polícia Civil apresentou pedido ao Judiciário para que as roupas apreendidas fossem doados a entidades sociais e filantrópicas. A iniciativa inédita recebeu parecer favorável do Ministério Público da Comarca e foi autorizada por meio de despacho da juíza Mônica Tucunduva Spera Manfio. Posteriormente, a equipe da Delegacia de Palmital iniciou o levantamento das entidades beneficiadas, que ontem receberam volumes que variaram de 400 a 550 peças.

Para Palmital, foram destinadas camisetas à Secretaria de Assistência Social, à Associação Fuade Haddad, ao Asilo São Vicente de Paulo, ao Instituto Bola e Cidadania e à Apae. Em Ibirarema, foi contemplado o Departamento de Assistência Social e a Casa Abrigo, mantida pelo Instituto Francisco Antunes Ribeiro. O Departamento de Assistência Social de Campos Novos também foi beneficiado, assim como Platina, cujos materiais foram entregues à Secretaria de Promoção Social e ao Centro de Referência em Assistência Social (Cras).

Na tarde de terça-feira, o delegado Bertinatti, acompanhado da equipe da Polícia Civil de Palmital, recebeu representantes das entidades beneficiadas para a primeira entrega. Estavam presentes as secretárias de assistência social Cláudia Cruz Paulino (Palmital) e Ana Paula Biazon Fadel (Platina), o presidente do Asilo, Sérgio Vaz, e a diretora da Apae, Cícera Silva, além de Donizete Figueiredo e Carolina Ruiz como representantes do Instituto Bola e Cidadania. Representantes de Ibirarema e Campos Novos Paulista também confirmaram que fariam a retiradas das camisetas que, obrigatoriamente, devem ser distribuídas entre os atendidos, pois não é permitida a venda ou promoções para arrecadação de fundos às entidades.

Compartilhe

Deixe uma resposta