Polícia prende primos suspeitos de render família e agredir gerente de haras durante assalto
Compartilhe

Segundo a Polícia Civil, vítimas foram amarradas com fios elétricos e criminosos fugiram levando celulares, relógios, eletrodomésticos, dinheiro e o veículo da família. Objetos foram recuperados pela DIG.

A Polícia Civil, através da 1ª Delegacia de Investigações Gerais (DIG) do DEIC de Bauru (SP), prendeu nesta quinta-feira (17) uma dupla suspeita de render uma família e agredir o gerente do haras para assaltar o local no distrito de Tibiriçá, em Bauru (SP).

O crime aconteceu no começo deste mês em uma propriedade na Rodovia Marechal Rondon (SP-300). Segundo a Polícia Civil, uma família composta por pai, mãe e filho foi rendida por dois homens armados. Eles amarraram as vítimas com fios elétricos e ainda agrediram o caseiro com coronhadas, informou a polícia.

Os dois criminosos fugiram levando celulares, relógios, eletrodomésticos, mantimentos, ferramentas, R$ 750 e o carro da família, que foi localizado próximo ao Rio Batalha no bairro Chácaras Boa Vista.

Durante as investigações, os policiais identificaram dois primos, de 21 e 20 anos, como suspeitos do crime. Um deles tinha saído recentemente do sistema prisional. Foram expedidos mandados de busca e apreensão e os suspeitos foram encontrados na manhã desta quinta-feira (17).

Segundo a polícia, um deles estava com o revólver utilizado no roubo e, além da prisão temporária, foi preso em flagrante por porte ilegal de arma. Os objetos roubados da propriedade foram recuperados.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, foi representada pela prisão temporária dos primos pelo crime de roubo e os dois foram levados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Bauru.

FONTE: G1

Compartilhe