Policial militar mata homem após briga por poltrona no cinema

No meio da sessão, ele discutiu com o policial militar Dijavan Batista dos Santos, que estava no cinema acompanhado pelos filhos de 10 e 14 anos.

 

Após discutirem dentro do cinema, os dois homens começaram a trocar agressões mútuas, momento em que o policial sacou sua arma e deu dois tiros em Júlio Cesar Cerveira Filho. Ele morreu no local.

Dezenas de crianças estavam no cinema e presenciaram o crime. Após o episódio, a sala foi esvaziada e o shopping fechado.

Em nota, a Polícia Militar de Mato Grosso do Sul lamentou a morte do bioquímico e informou que instaurou inquérito policial militar para investigar o caso: “O militar encontra-se detido em flagrante e seguirá os trâmites normais da investigação como qualquer cidadão”.

Compartilhe

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Não Permitido Cópia