Por casos de covid-19, sindicato pede interdição de banco em Assis

Depois de receber uma denúncia sobre a suspeita de que funcionários da agência do Banco Mercantil de Assis estariam infectados com o novo coronavírus, o Sindicato dos Bancários de Assis averiguou e constatou um caso confirmado, de um trabalhador que já tinha se afastado na semana passada, e mais dois casos suspeitos, ambos afastados na sexta-feira, 10 de julho.

 

Na tentativa de preservar a saúde dos demais funcionários e dos clientes que formam imensas filas para serem atendidos diariamente, em sua maioria população idosa, o Sindicato dos Bancários entrou em contato com o RH do banco e foi informado de que a instituição financeira não viu a necessidade de interdição.

 

“Isso é um absurdo. Protocolamos hoje (sexta-feira) um ofício na Vigilância Epidemiológica, solicitando a imediata interdição da agência, até que não haja mais riscos de contaminação”, enfatiza o secretário geral Fábio Escobar.

Nos dias de liberação de pagamento de benefícios, centenas de aposentados e pensionistas formam intermináveis filas entre a agência bancária e o Paço Municipal. Até o final da tarde de sexta-feira, a Vigilância ainda não havia se manifestado se atenderia a solicitação do Sindicato dos Bancários para interditar a agência.

Fonte: Jornal da Segunda

Compartilhe