Prefeito de Marília anuncia que vai reabrir comércio na quarta-feira
Prefeito de Marília anuncia que vai reabrir comércio na quarta-feira — Foto: Reprodução/TV TEM
Compartilhe

Medida foi definida nesta sexta-feira (27) durante reunião feita por videoconferência do “Comitê de Enfrentamento ao coronavírus”. Governador está ciente da decisão do município, afirma o prefeito

O Prefeito de Marília (SP), Daniel Alonso, anunciou durante uma videoconferência, nesta sexta-feira (27), que o comércio da cidade voltará a funcionar na quarta-feira (1º).

A medida vai contra o cumprimento de quarentena determinada pelo governo estadual. De acordo com o prefeito, o comércio voltará a funcionar de forma gradual.

“Ficou acordado que o comércio irá reabrir por conta da economia do município. Temos dois vírus a ser combatidos: o coronavírus e o da economia. Um gera doença e outro gera desemprego e falência de empresas. Por conta disso, precisamos retomar as atividades”, informou.

Ainda segundo ele, o comitê de combate que foi criado contra o coronavírus contou com a participação de representantes de todos os segmentos da sociedade e especialistas da área da saúde.

“Todos aqueles que estavam excluídos do grupo dos essenciais poderão retomar suas atividades, desde que cumpra a regra de estar atendendo até 50% da sua capacidade”, afirma o prefeito.

Ainda segundo o ele, o transporte urbano também voltará a funcionar no esquema da metade da capacidade, para evitar a aglomeração de pessoas. O decreto oficial será emitido ainda nesta sexta-feira (31).

Em relação à determinação estadual, o prefeito afirmou que o governador do estado está ciente da decisão do município.

“Após a reunião, recebi a ligação do governador do estado. Ele me informou que já estava ciente das medidas tomadas aqui na cidade e afirmou que não haverá conflito com o estado sobre a decisão tomada”, afirma.

Em nota, o Governo de São Paulo informou que reforça a orientação pra que as prefeituras trabalhem em harmonia com as forças de segurança do estado e sigam à risca as determinações publicadas no decreto de quarentena, preservando a prestação de serviços essenciais à população

O governo informa ainda que o decreto prevalece sobre qualquer iniciativa ou medida isolada, e ressaltou que é importante a uniformidade de ações para que toda a sociedade fique protegida.

FONTE: G1

Compartilhe