Prefeito relata que foi assaltado e confirma morte por covid-19 em Chavantes
Compartilhe

O prefeito de Chavantes, Márcio Burguinha, usou as redes sociais na tarde desta quarta-feira (22/07) para relatar que foi vítima de um assalto à mão armada em Ourinhos. O prefeito está bem.

 

O assalto teria ocorrido nesta terça-feira (21/07), porém o BO (Boletim de Ocorrência) não foi divulgado, o que causou estranheza da imprensa local, que só ficou sabendo do fato, através das redes sociais.

 

De acordo com o prefeito, ele foi abordado por um homem armado com uma pistola em uma moto, que o teria o agredido e levado a sua carteira. O prefeito não informou se na carteira havia dinheiro e qual era a quantia. Confira o relato abaixo:

 

 

MORTE POR COVID-19 EM CHAVANTES

 

O prefeito de Chavantes também usou suas redes sociais para informar a morte de uma senhora pelo contágio do novo coronavírus. Confira:

 

“Hoje venho até vocês, meus amigos, para comunicar uma fatalidade que aconteceu em nossa Chavantes. Um caso de óbito de uma senhora com 79 anos de idade, com hipertensão e diabetes, que ocorreu na semana passada em nossa cidade, caracterizado por um quadro de pneumonia, acaba de ser confirmado pelo Instituto Adolf Lutz de São Paulo ter sido provocado pela Covid-19 (novo coronavírus).

 

Diante de situações tão críticas e alarmantes aqui mesmo em nossa região, vínhamos agradecendo a Deus por não termos ainda nenhum caso de morte. Nesse momento, apesar de todos os esforços de nosso setor de saúde no combate a esse vírus, só podemos nos solidarizar com os familiares e pessoas próximas a essa senhora, pedindo ao Nosso Bom Deus que conforte o coração de todos.

 

Aproveito para reforçar o apelo a toda a nossa população para que respeite os cuidados que vêm sendo amplamente divulgados pela Prefeitura de Chavantes e pela imprensa de todo o país. Vamos evitar deslocamentos desnecessários, evitando aglomerações e contatos muito próximos. Vamos usar a máscara todo o tempo, lavar as mãos com sabonete ou sabão a cada contato com objetos ou locais fora do nosso controle de higienização. Na impossibilidade de lavar as mãos, utilize o álcool gel 70%. Passe essas informações a seus familiares, vizinhos e amigos. Você estará ajudando a proteger todos eles.

 

Vamos continuar firmes no controle e nas ações preventivas. E que Deus nos permita passar logo por esse período de doença e perdas de vidas em nosso país.

 

Márcio Burguinha

 

Prefeito Municipal”

Fonte: Passando a Régua

Compartilhe

Deixe uma resposta