Prefeito se licencia por atestado médico de 14 dias e é visto em restaurante no Uruguai
Compartilhe

Uma moradora de Sorocaba (SP) encontrou o prefeito da cidade, José Crespo (DEM), em um restaurante em Montevidéu, no Uruguai, no último domingo (07/07). O encontro aconteceu dias depois de ele apresentar à Câmara Municipal um atestado médico para se afastar da prefeitura. Uma foto feita pela moradora e obtida com exclusividade pela TV TEM mostra o prefeito ao lado da mulher em um restaurante.

 

O atestado foi emitido no dia 3 de julho, em São Paulo, e o médico determinava que ele deveria “permanecer em repouso domiciliar” por 14 dias, ou seja, até 17 de julho. No atestado, o médico não colocou a CID, que é a Classificação Internacional de Doenças. De acordo com a legislação trabalhista, essa informação não é obrigatória.

 

O documento foi protocolado na Câmara no último dia 5 de julho. Antes disso, no dia 3, ele deveria ter prestado depoimento à CP da Câmara, mas alegou que precisava passar pelo médico em São Paulo.

 

Na quinta-feira (11/07), ele também era esperado para depor na Câmara, mas não compareceu por conta do “repouso domiciliar” determinado pelo médico.

A moradora que encontrou o prefeito disse que ele estava passeando com a mulher no Mercado do Porto, na capital uruguaia. O registro foi feito quando o casal parou em uma lanchonete.

 

A prefeitura disse que, “por se tratar de questões de cunho pessoal do prefeito José Crespo, não tem conhecimento do fato apontado pela reportagem”.

 

“Em razão de incômodos pós-operatórios (próstata), o médico determinou meu afastamento das atividades normais do gabinete e repouso, o que estou cumprindo. Viagens, desde que mantidos esses cuidados, não estão proibidas”, disse o prefeito em nota enviada à TV TEM.

 

Crespo é investigado em quatro inquéritos da Polícia Civil e em uma Comissão Processante da Câmara dos Vereadores.

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe uma resposta