• Post category:Polícia
Compartilhe

Ana Maria Livramento, de 67 anos, pegou carona em carro que desceu a rampa às margens da Prainha, quando motorista desceu para urinar

Jornal da Comarca Polícia
Ana Maria morreu aos 67 anos em Salto Grande

 A professora aposentada Ana Maria Livramento, de 67, morreu afogada no rio Paranapanema na noite de sexta-feira, em Salto Grande. Ela estava como passageira de um carro que desceu por uma rampa da Prainha quando o motorista havia descido para urinar. O caso mobilizou o trabalho da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, que fez o resgate do veículo e do corpo. A Polícia Civil também foi acionada e deverá apurar as circunstâncias da morte.

De acordo com informações de serviços de notícias da região, Ana Maria estava com uma amiga na Feira da Lua de Salto Grande, na noite de sexta-feira. As duas teriam pedido carona a um conhecido para ir embora. O motorista levou a amiga e, quando estava levando a professora aposentada para casa, sentiu vontade de urinar e parou na Prainha, nas proximidades de uma rampa usada para embarque e desembarque de lanchas no rio Paranapanema.

Como o motorista saiu e o veículo estava desengatado e sem o freio de mão puxado, o Fiat Uno desceu até as aguas da Prainha. Ana Maria não conseguiu sair do carro e morreu afogada. De acordo com depoimento do condutor à polícia, ele correu para evitar que o veículo caísse na água, mas não teve condições de pará-lo. Segundo ele, o automóvel afundou rapidamente e não foi possível socorrer a professora aposentada.

O Corpo de Bombeiros de Ourinhos foi acionado e fez a retirada do veículo das águas do Paranapanema mais de quatro horas depois do acidente. A Polícia Científica também fez perícia no local e no automóvel. Em seguida ao resgate, foi feito o encaminhamento do corpo ao IML de Ourinhos. Ana Maria foi velada em Salto Grande e sepultada na tarde de sábado no Cemitério Municipal, onde recebeu as homenagens de familiares e amigos.

Compartilhe

Deixe uma resposta