Rapaz acaba preso após abater jacaré e ‘presentear’ amigos com mais de 10kg de carne
Mais de 10 quilos de carne de jacaré foram apreendidos em Rosana — Foto: Polícia Militar Ambiental
Compartilhe

Jovem, de 20 anos, pagou uma fiança no valor de R$ 1.050,00 e acabou liberado pela Polícia Civil. Outros dois homens, de 27 e 28 anos, receberam multas de R$ 500,00 pelo transporte.

A Polícia Militar Ambiental prendeu em flagrante nesta sexta-feira (3), em Rosana (SP), um rapaz de 20 anos que confessou ter matado um jacaré e “presenteado” dois amigos com a carne do animal. Ele acabou liberado pela Polícia Civil após pagar uma fiança de R$ 1.050,00.

Durante fiscalização na Estrada do Pontalzinho, no Bairro Entre Rios, na margem esquerda do Rio Paraná, uma equipe da Polícia Militar Ambiental abordou um carro no qual seguiam dois rapazes, de 27 e 28 anos, como motorista e passageiro.

Como os ocupantes ficaram bastante nervosos com a abordagem, os policiais vistoriaram o veículo e encontraram no banco traseiro um saco plástico que continha 10,02 quilos de carne de jacaré abatido, já sem couro e vísceras.

Os militares perguntaram aos rapazes a procedência do animal silvestre e eles informaram que teriam recebido a carne de um amigo, morador de uma fazenda.

Os policiais levaram os envolvidos à Delegacia da Polícia Civil e dirigiram-se até a fazenda citada, onde localizaram o rapaz de 20 anos, que confirmou ter abatido o animal silvestre e “presenteado” os dois amigos.

Mais de 10 quilos de carne de jacaré foram apreendidos em Rosana — Foto: Polícia Militar Ambiental
Mais de 10 quilos de carne de jacaré foram apreendidos em Rosana — Foto: Polícia Militar Ambiental

Segundo a corporação, o jovem informou que para o abate do jacaré teria utilizado uma espingarda cartucheira de calibre 32, de sua propriedade, mostrando o local em que a arma estava escondida.

A arma foi encontrada em meio à vegetação existente em uma área de pastagem e acabou apreendida.

O rapaz recebeu voz de prisão em flagrante e foi conduzido à Delegacia da Polícia Civil.

A Polícia Civil ratificou a prisão em flagrante pelos crimes, em tese, de posse irregular de arma de fogo de uso permitido e de abate de animal silvestre.

No entanto, após o pagamento de uma fiança no valor de R$ 1.050,00, ele foi liberado.

O responsável pelo abate ainda recebeu um auto de infração ambiental no valor de R$ 500,00 por matar espécime da fauna silvestre.

Já contra os rapazes que ocupavam o carro foram lavrados dois autos de infração ambiental, cada um também no valor de R$ 500,00, pelo transporte da carne de jacaré.

A carne de jacaré foi destinada para a Vigilância Sanitária de Rosana.

Mais de 10 quilos de carne de jacaré foram apreendidos em Rosana — Foto: Polícia Militar Ambiental

Mais de 10 quilos de carne de jacaré foram apreendidos em Rosana — Foto: Polícia Militar Ambiental

Rapaz utilizou uma espingarda para abater o jacaré em Rosana — Foto: Polícia Militar Ambiental

Rapaz utilizou uma espingarda para abater o jacaré em Rosana — Foto: Polícia Militar Ambiental

FONTE: G1

Compartilhe