• Post category:Rapidinhas
Compartilhe

PRESIDENTE ANUAL

A disputa pela presidência das câmaras municipais, que faz do eleito o terceiro na linha de sucessão, depois do prefeito e do vice, é sempre acirrada e decidida pelas vaidades, pelo rancor ou pela vingança. Como são dois mandatos por gestão, apenas dois vereadores chegam ao cargo a cada quatro anos. Para atender a demanda, em várias cidades o presidente é trocado a cada ano, contemplando quatro por mandato.

CAMPANHA ANTECIPADA

A eleição de presidente da Câmara, que faz o eleito sonhar com o impedimento do prefeito e do vice, também anima a disputa pela sucessão na próxima eleição. Nem virou o segundo ano de mandato dos atuais prefeitos e já surgem enquetes nas redes sociais para medir a preferência dos internautas. Além de votar no preferido, muitos se justificam com ofensas ou críticas aos não escolhidos. É a campanha antecipada.

CARGOS & SALÁRIOS

A concorrência para os cargos de prefeito e vereador, muito bem remunerados, é sempre acirrada e merece enormes investimentos financeiros nas campanhas. Entretanto, para a presidente da Santa Casa, por exemplo, não aparecem candidatos, mesmo com a ausência do atual presidente que assumiu outros compromissos. Parece que tudo é questão de equação financeira, o chamado custo-benefício.

AZUL-VERMELHO

Na área do meio ambiente, o governo criou o selo denominado Município Verde-Azul, para aqueles que cumprem metas conservacionistas e de sustentabilidade. Na contabilidade pública, são outras cores que predominam: o azul para quem paga as contas e o vermelho para quem deixa dívidas. Segundo estimativas, mais de 30% das prefeituras encerrarão 2018 no vermelho, agora com aval da lei.

CONTAS ABERTAS

A lei obriga órgãos públicos a manter sites com todas as informações contábeis e também publicar atos oficiais de interesse público em jornais e na internet, mas muitos desconhecem essa fonte de informação. Para conferir as contas de cada cidade, basta acessar o Portal de Transparência e verificar a Receita Líquida, descontar o valor do Fundeb e comparar o valor às Despenhas Empenhadas. Poucos utilizam

SANTA CASA EM COMA

Depois do primeiro grupo que se dispôs a administrar a Santa Casa e desistiu pelo tamanho do rombo e falta de apoio, agora aumentaram os interessados em salvar o hospital. Caso nossa Santa Casa feche as portas depois de 60 anos, Palmital terá de adotar o antigo sistema da “ambulâncioterapia”, que necessita de uma grande frota de veículos de transporte médico e também da sorte do paciente.

FURTO PLANEJADO

Quem estranhou a notícia publicada no JC, de que houve furto de ferramentas em uma loja de materiais de construção no bairro São José, agora passa a entender o motivo que levam ladrões a buscar objetos alheios às suas atividades. Essa semana, um ladrão entrou na creche em construção no centro da cidade e usou um martelo para quebrar a parede e retirar a tubulação de metal. Tudo tem certa lógica e planejamento.

FALTA COMUNICAÇÃO

Tudo indica que faltou planejamento e informação ao ladrão de tubos, pois o ruído do martelo na parede chamou a atenção de transeuntes que chamaram a Polícia. O esforçado ladrão, discípulo de Thor, foi pego em flagrante, de martelo numa mão e tubos em outra. Se ele tivesse emprestado as ferramentas do seu colega que roubou a cortadeira elétrica, teria concluído o trabalho. Ambos passarão o Natal na cadeia, igual ao Lula.

Compartilhe

Deixe uma resposta