RAPIDINHAS DO JC – 30/01/2021
Compartilhe

CONTAS DUVIDOSAS

O uso de dinheiro vivo em campanhas é recorrente, usual e desanima muitos candidatos com menos recursos a concorrer. Como não existe fiscalização, nem da Justiça ou dos adversários, que usam o mesmo expediente, tudo fica para a prestação de contas que, normalmente, declara entre 20 e 25% do que de fato se gasta. O resto é hipocrisia e conversa fiada.

.

LARANJAS REMUNERADAS

Como a lei eleitoral obriga o mínimo de mulheres, muitos partidos “contratam” candidatas para concorrer. Também existem os candidatos que “remuneram” laranjas para somar votos, antes para a coligação, agora para o partido. Já tivemos nepotismo eleitoral com a candidatura de irmãos para somar votos e de laranjas financiados por aqueles com chances de se eleger. As vezes não dá certo.

Leia a coluna completa na versão impressa do JC.

Compartilhe

Deixe uma resposta