• Post category:Rapidinhas
Compartilhe
GUERRA PROLONGADA

A confirmação do segundo turno para a eleição presidencial, com Bolsonaro e Haddad, é garantia de continuidade da guerra virtual pelas redes sociais. As postagens verdadeiras, ou mentirosas em maior quantidade, as discussões, as ofensas e até as maledicências deverão se estender até a data fatídica, 28 de outubro, seguidas do trucidamento de vencedores sobre perdedores. A certeza é que o esforço sujo dos militantes virtuais de nada serve, pois ninguém muda de lado.

PEDÁGIO ADIADO

A confirmação do atual governador Márcio França na disputa em segundo turno com o ex-prefeito João Dória deve garantir a extensão do prazo de adiamento da inauguração dos pedágios para Marília e ao Paraná. Como os políticos são especialistas em enganar, a cobrança só deverá ser iniciada após o segundo turno, pois irão evitar qualquer medida impopular. Mas as cabines estão lá, de portas abertas, esperando os incautos motoristas eleitores.

INTERESSE PAROQUIAL

Como afirmado nesta coluna, o lançamento do vice-prefeito de Assis, Márcio Veterinário, como candidato a deputado estadual, tinha como única finalidade evitar a eleição do delegado Fernando Quinteiro, adversário do atual prefeito. Quinteiro foi bem e recebeu mais de 30 mil votos, mas faltaram aqueles votos destinados ao adversário para garantir a eleição. Missão dada, missão cumprida, e a região com um deputado a menos.

PROCURA-SE

Fenômenos estranhos aconteceram nas urnas dos municípios da Comarca. Em Palmital, apenas um eleitor votou em Vera, do PSTU, assim como ocorreu em Ibirarema com a mesma candidata. Em Campos Novos, o voto único foi depositado para João Goulart Filho, do PPL, enquanto em Platina foi o eterno candidato Eymael, do PSDC, que recebeu apenas um voto. O mistério é descobrir quais eleitores que fizeram escolhas solitárias e saber os motivos.

PULVERIZAÇÃO DOS VOTOS

Além da divisão de votos nas cidades maiores, também houve a repetição da pulverização dos votos em cada cidade entre muitos candidatos, incluindo os páraquedistas. Em Palmital, por exemplo, tivemos 343 candidatos a deputado estadual com votos, além de outros 320 candidatos a federal votados, muitos deles com apenas um eleitor. Os mais votados são sempre aqueles mais conhecidos, com mais cabos eleitorais ou mais verbas.

SORVETES ELEITORAIS

Debaixo do sol quente do domingo, muitos eleitores sonhavam com um momento de refresco para enfrentar o calor. Mas havia uma sorveteria a beira do caminho. A beira do caminho havia uma sorveteria. Durante todo o dia, muitos calorentos eleitores desfrutaram dos mais diversos sabores e depois receberam santinhos com os candidatos ideais para teclar nas urnas eletrônicas. Tudo em fez coincidência eleitoral. 

DISPUTA MUNICIPAL

As eleições gerais servem para a medição de forças entre as lideranças políticas das cidades, pois como cada um tem o seu candidato, o grande barato é saber quem consegue mais votos. Alguns confiaram apenas na indicação, enquanto outros suaram a camisa durante todo o dia, além daqueles que apostaram mesmo na força do sorvete de groselha naquela tarde ensolarada e quente. Cada político municipal tem seu candidato e seu método. 

FUTURO PRÓXIMO

O renomado site Migalhas, que reúne principalmente os grandes escritórios de advocacia e também jornalistas, e do qual este redator é integrante, garantiu em primeira mão que os primeiros números de pesquisa do segundo turno mostram Bolsonaro bem acima de Haddad. Os juristas do Migalhas especulam o ministro da Justiça de Bolsonaro, enquanto os jornalistas consideram a possibilidade de que Sérgio Moro seja convidado.

Compartilhe

Deixe uma resposta