Secretaria da Saúde confirma mais casos de dengue e anuncia novo mutirão de limpeza
Compartilhe

Número de vítimas da doença subiu para 14 e, devido à suspensão das ações de nebulização pela falta de inseticida, intensificará trabalho de limpeza na cidade

 

Saúde JC

 

A dengue está avançando em Palmital e, com os três novos casos confirmados nesta semana, já chega a atingido 14 pacientes confirmados este ano. A situação, considerada alarmante devido a epidemias em várias cidades da região, reforça a necessidade do combate ao Aedes aegypti e faz com que seja importante a participação da população para evitar que o mosquito se prolifere e faça novas vítimas. Devido à impossibilidade de nebulização devido ao esgotamento do estoque de inseticida fornecido pelo governo, a administração municipal fará um novo Mutirão de Limpeza na cidade.

A Vigilância Epidemiológica, que já tinha contabilizado onze pessoas contaminadas pela doença este ano, confirmou mais três casos nesta semana. Um deles foi de um idoso de 68 anos residente na região do bairro Afonso Negrão, com notificação em 30 de abril. Outra ocorrência foi de uma mulher, de 48 anos, residente nas proximidades do Cemitério Municipal, com notificação em 26 de abril. Outro caso foi de uma jovem, de 24 anos, que reside na zona rural e trabalha na Avenida Anchieta, com notificação em 2 de maio.

O órgão municipal informou ainda que, na quinta-feira, havia ainda 23 notificações suspeitas aguardando resultados laboratoriais e outras sete para coleta de exames, possibilitando que os números ainda cresçam. Do total de 14 casos positivos, sete ocorrências foram confirmadas no mês passado, indicando a tendência de aumento da doença em Palmital.

Diante da expectativa de avanço da dengue e da impossibilidade de nebulização, pois o governo anunciou o fim dos estoques do inseticida malathion, a Prefeitura realizará um novo Mutirão da Limpeza a partir de 20 de maio. O trabalho, que será feito até o dia 30, incentivará as pessoas a retirar materiais inservíveis, além de entulho e vegetação, para manter limpos os quintais e terrenos, evitando locais que possam acumular água e abrigar focos do mosquito.

Compartilhe

Deixe uma resposta