Secretaria de Saúde interdita ESF do Jardim Montreal após caso de Covid
Compartilhe

A Prefeitura de Palmital vem realizando diversas ações para o enfrentamento à pandemia. Os trabalhos têm o objetivo orientar a população e conter o avanço do coronavírus, que se encontra em acelerada transmissão. Entre as atividades, está o fechamento temporários de empresas e órgãos públicos nos quais funcionários testem positivo para a Covid-19, com o objetivo de executar os protocolos de biossegurança e evitar novas contaminações nos ambientes.

.

Nesta segunda-feira, conforme informativo da Prefeitura, houve a interdição da unidade do programa Estratégia Saúde da Família (ESF) Roberta Moreno Sás, que atende à região do Jardim Montreal. Os funcionários estão em isolamento domiciliar e realizando atividades em home-office.

.

De acordo com nota da Prefeitura, a “unidade ESF do Montreal permanecerá temporariamente fechada para higienização do local e testagem de todos os colaboradores.” A Secretaria de Saúde informou que a interdição ocorreu depois que um funcionário teve o diagnóstico positivo para Covid-19 e foi afastado. Há a previsão de que o núcleo seja reaberto na quinta-feira (27/05).

.

Na semana passada, a Secretaria de Saúde havia interditado as sedes da Vigilância Sanitária, que fiscaliza o cumprimento das regras estabelecidas na pandemia, e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) devido a casos positivos da Covid. Houve também o fechamento de empresas de Palmital onde foram constatados funcionários infectados pelo coronavírus.

Compartilhe

Deixe uma resposta