Tupã confirma 15ª morte de idoso de asilo com surto de Covid-19
Asilo Casa Emanuel em Tupã
Compartilhe

Prefeitura informou a morte de uma mulher de 85 anos que estava abrigada no local. Até agora, cidade soma 24 óbitos e 428 casos confirmados da doença.

A prefeitura de Tupã (SP) confirmou nesta segunda-feira (10) a 15ª morte de idoso abrigado em asilo onde foi detectado surto de coronavírus. Com isso, as mortes na instituição já representam mais de 60% do total de óbitos da cidade (62,5%), que agora chegou a 24 casos.

De acordo a Secretaria Municipal de Saúde, a paciente é uma mulher de 85 anos, que também era atendida no asilo Casa Emanuel. Segundo a prefeitura, foram 50 contaminados pela Covid-19 na Casa Emanuel, entre idosos e funcionários.

A sequência de mortes de idosos que estavam abrigados na Casa Emanuel teve início no último dia 13 de julho, apenas três dias após a divulgação do surto no asilo.

Por conta do surto no asilo, os moradores da Casa Emanuel tiveram que ser transferidos para outro prédio, para a prefeitura fazer a higienização do local e evitar a disseminação do coronavírus.

Todos os abrigados foram retirados da casa e levados para o antigo Hospital Dom Bosco, que também passou por completa desinfecção.

O local inicialmente contava com a ala feminina, masculina e dos isolados com a doença. Agora, foi criada uma quarta ala na instituição, com os recuperados da Covid-19.

Tupã tem até agora 428 casos confirmados da doença e outros 41 considerados suspeitos, aguardando resultado de exames. Há ainda três óbitos em investigação e 329 pessoas conseguiram se curar.

FONTE: G1

Compartilhe