Vigilância Sanitária interdita barracão usado para fabricação de máscaras sem autorização
Barracão foi interditado em Marília por produzir máscaras de forma irregular
Compartilhe

Foram apreendidas 15 mil máscaras no barracão. Segundo a pasta, o local não tinha licença para funcionar e não tinha condições mínimas de higiene.

A Vigilância Sanitária de Marília interditou um barracão que produzia máscaras sem as condições necessárias de higiene nesta quarta-feira (12). Ao todo foram apreendidas 15 mil máscaras.

Após denúncias, a pasta constatou a fabricação clandestina e irregular de máscaras tipo PFF2, indicada para uso como EPI por profissionais de saúde para proteção contra vírus e bactérias.

De acordo com o órgão, o local não possuía as mínimas condições sanitárias e nem licença sanitária para o funcionamento, sendo que as máscaras eram produzidas sem as mínimas exigências de segurança de acordo com as normas da ABNT e nas resoluções da Anvisa.

15 mil máscaras foram apreendidas no local em Marília  — Foto: Prefeitura de Marília/Divulgação

15 mil máscaras foram apreendidas no local em Marília

FONTE: G1

Compartilhe