Compartilhe

Duas ocorrências na região do bairro São José resultaram na apreensão de maconha e pedras de crack

 

polícia jornal da comarca
Drogas e dinheiro foram apreendidos durante operações

Duas ocorrências de tráfico movimentaram o meio policial de Palmital na última sexta-feira. Os flagrantes foram resultado de trabalho da Polícia Militar a partir de denúncias feitas pela comunidade e resultaram na prisão de um homem e na apreensão de uma adolescente. Também foi feita a apreensão de porção de maconha e diversas pedras de crack, além de dinheiro supostamente obtido com a atividade ilegal. Os casos serão apurados pela Polícia Civil, que investigará o envolvimento de outras pessoas que foram liberadas ou conseguiram fugir à abordagem policial.

A primeira ocorrência foi registrada por volta das 11 horas de sexta-feira, quando policiais faziam patrulhamento preventivo e receberam informação de que um reciclador de 49 anos estaria traficando drogas em sua residência no conjunto Antônio Joaquim, na antiga “favela da santa”, nas proximidades da creche São Sebastião, na região do bairro São José. Quando chegaram à Rua Ângelo José Alves, os PMs avistaram o acusado e outro indivíduo não identificado, que foi apontado como o chefe do tráfico no local, mas que fugiu pulando muros de imóveis vizinhos.

Com o homem estava uma porção de maconha e R$ 87,00 em dinheiro. Em sua residência, sobre o sofá, foram encontradas quatro pedras de crack embaladas em plástico e prontas para a venda. O reciclador confirmou a prática ilegal e disse que recebe R$100,00 a cada cinquenta pedras vendidas. Ele também apresentou outras cinquenta pedras de crack que estavam escondidas na sala. A casa também passou por vistoria com cão farejador, que nada mais de ilegal encontrou. O reciclador foi autuado na Delegacia da Polícia Civil e levado para a Cadeia Pública de Lutécia.

A segunda ocorrência foi registrada à noite. Por volta das 22 horas, policiais receberam informação de que um casal, o homem com 32 anos e a mulher com 20, estavam fornecendo drogas para uma adolescente de 17 anos praticar o tráfico em residência na Rua São Mateus, no bairro Afonso Negrão. A menor já havia sido apreendida em 18 de janeiro, quando seu marido foi preso por tráfico junto com outros dois adolescentes que faziam o comércio ilegal no local.

Quando chegaram à residência, os policiais encontraram o casal e a adolescente em frente à residência. Uma quarta pessoa não identificada fugiu e não foi localizada. Com a mulher foi encontrada uma porção grande de maconha, além de celular e R$ 20,00 em dinheiro. O homem portava somente um celular. Na casa da adolescente, que negou o tráfico, foram encontradas sobre a mesa da cozinha dezoito pedras de crack embaladas individualmente em plástico e prontas para venda, além de 200 reais em notas de diversos valores – outros R$ 122,00 estavam na carteira da menor. O local também foi vistoriado por cão farejador, que nada mais encontrou.

A menor, mãe de um filho de aproximadamente dois meses de vida e que usaria a criança como disfarce para traficar, foi apreendida e apresentada na Delegacia da Polícia Civil, de onde foi encaminhada para a CPJ de Assis. O casal, que seria responsável por fornecer a droga e recolher o dinheiro da atividade ilegal, foi autuado apenas pela posse de maconha e liberado, pois não houve a comprovação efetiva da prática de tráfico ou associação para o tráfico.

Compartilhe

Deixe uma resposta