AVOA paralisa linhas regionais e suspende todos os ônibus que passam por Palmital e Ibirarema 
Compartilhe

A AVOA interrompeu nesta terça-feira (07/04) a circulação das linhas de ônibus que fazem o transporte de passageiros entre Ourinhos e Assis, em trecho que passa por Palmital e Ibirarema. Segundo a empresa, a decisão foi inevitável devido a inviabilidade financeira para manter a operação, sendo insuficiente até para o abastecimento dos veículos. Não previsão para retomada do serviço.

 

Mesmo assim, a AVOA está elaborando um plano emergencial para manter pelo menos dois horários por dia para atender os profissionais da saúde. De acordo com a empresa, Santa Casa e Hospital Dr. Monzillo, pertencentes à mesma instituição, estão fornecendo informações sobre a demanda de seus funcionários para que os horários atendam da melhor forma possível. A previsão é de que nesta quarta-feira (08/04) sejam definidos esses dois horários.

 

A AVOA manteve as chamadas linhas suburbanas (entre municípios) num primeiro momento. Com a redução da procura por passageiros e necessidade de inibir a locomoção das pessoas em face do período de quarentena decretado pelo Governo do Estado, a empresa alega que foi forçada a reduzir os horários. Agora, com o agravamento da situação, decidiu pela paralisação completa, com exceção dos novos horários emergenciais que serão oferecidos com base na rotina do setor da saúde.

 

As linhas da Circular da CCO que atendem os bairros de Ourinhos, empresa do mesmo grupo, se mantêm com a mesma redução de horários anunciada desde o início da quarentena. A empresa já estuda a suspensão de alguns contratos de trabalho com base nas medidas paliativas criadas pelo Governo Federal para evitar demissões em massa. A AVOA estima que cerca de 80 dos 350 colaboradores podem receber a proposta de suspensão temporária.

 

Para mais informações, entrar em contato com o Guichê da empresa localizado na Rodoviária de Assis-SP – (018) 3322-2080 e (018) 3323-3776 no guichê localizado em Ourinhos (014) 3322-2908.

Fonte: Passando a Régua

Compartilhe

Deixe uma resposta