Câmara de Vereadores de Anhembi cassa o mandato do prefeito por improbidade administrativa
Compartilhe

A Câmara de Vereadores de Anhembi (SP) cassou durante sessão na tarde desta quinta-feira (20) o mandato do prefeito Miguel Vieira Machado Neto (PSD), acusado de improbidade administrativa.

Consultado, o prefeito não se manifestou até a publicação desta matéria sobre o que fará após a decisão dos vereadores.

O processo de cassação de Miguel Machado o acusou de quatro irregularidades, dentre elas a de ceder veículo do município para amigos viajarem para a Bahia sem autorização legislativa e sem interesse público e emprestar máquinas e caminhões da prefeitura para atender interesses particulares.

Câmara de Anhembi cassa mandato do prefeito por improbidade administrativa

Câmara de Anhembi cassa mandato do prefeito por improbidade administrativa

O prefeito também foi acusado de comprar cestas de Natal em excesso para os servidores públicos, em número maior que o quadro de funcionários da prefeitura e por realizar promoção pessoal por meio de vídeos institucionais pagos com dinheiro público.

O agora ex-prefeito foi condenado pelas quatro acusações. A Câmara já publicou o decreto legislativo de cassação e promoveu a nomeação de forma interina do presidente da Casa, Sebastião de Quadros Neto (Cidadania), para assumir o Executivo até o próximo dia 31 de dezembro, prazo da atual legislatura.

Em suas redes sociais, antes da votação, Miguel Machado disse “confiar na Justiça” e classificou o processo contra ele como uma “armadilha da oposição”.

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe uma resposta