Cientistas apontam que coronavírus pode ser transmitido ao respirar
Compartilhe

A transmissibilidade do novo coronavírus (Sars-CoV-2) tem sido estudada por cientistas desde que os primeiros casos foram anunciados na China, em dezembro de 2019, e novidades vem sendo divulgadas dia após dia.

Nesta sexta-feira (03), durante entrevista a Fox News americana, o diretor do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas, Anthony Fauci, anunciou que o coronavírus pode ser transmitido quando as pessoas estão apenas falando, além de quando tossem e espirram.

O comentário foi baseado em pesquisas iniciais feitas nos Estados Unidos, que também apontaram outro fator de transmissão. “Os atuais trabalhos de pesquisa defendem a possibilidade de que a Covid-19 possa ser transmitida pelos bioaerosóis gerados diretamente pela expiração (respiração)”, escreveu o presidente do comitê sobre as doenças infecciosas emergentes, Harvey Fineberg, em uma carta em nome de acadêmicos e cientistas americanos.

Alguns estudos realizados em Nebraska (EUA) e em Wuhan (China) já tinham encontrado partículas do coronavírus em ambientes com pacientes isolados e em áreas hospitalares em que funcionários trocam os EPIs.

Os novos entendimentos sobre o vírus aparecem durante a recomendação para pessoas saudáveis também usarem máscaras quando saírem de casa. De acordo com pesquisadores da Universidade de Hong Kong, a utilização de algum tipo de EPI reduz a quantidade de vírus expelida pelos doentes.

 

FONTE: G1

Compartilhe